Morfina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1453 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MORFINA

Forma estrutural:
Estrutura química de Morfina

Forma molecular: C17H19NO3

Nomenclatura Iupac: 7,8-didehydro-4,5-epoxy-17-methylmorphinan-3,6-diol
Nome popular: morfina
Nomes comerciais: Dimorf, MS Long ou MST continus

Identificação:

Tipos ou variações:
Muitas substâncias com grande atividade farmacológica podem ser extraídas de uma planta chamada Papaversomniferum, conhecida popularmente com o nome depapoula do oriente. Ao se fazer cortes na cápsula da papoula, quando ainda verde, obtém-se um suco leitoso, o ópio. Quando seco este suco passa a se chamar pó de ópio. Nele existem várias substâncias com grande atividade, que são chamadas de drogas opiáceas ou simplesmente opiáceos, ou seja, oriundas do ópio; podem ser opiáceos naturais quando não sofremnenhuma modificação (morfina, codeína) ou opiáceos semi-sintéticos quando são resultantes de modificações parciais das substâncias naturais (como é o caso da heroína). A heroína (diacetilmorfina) é um derivado da morfina.

Mecanismo de ação:
Todas as drogas tipo opiáceo ou opióide têm basicamente os mesmos efeitos no sistema nervoso central: diminuem sua atividade. Todas essas drogas produzemanestesia e hipnose (aumentam o sono), daí receberam também o nome de narcóticos, que são as drogas capazes de produzir esses dois efeitos: sono e diminuição da dor.
A morfina é um agonista exógeno dos receptores opióides, presentes em neurónios de algumas zonas do cérebro, medula espinhal e nos sistemas neuronais do intestino. Existem 4 tipos de receptores opióides: o receptor μ (que recebe adenominação moderna de OP3), o receptor δ (OP1), o receptor κ (OP2) e mais recentemente, foi decoberto um novo receptor, designado primeiro como receptor órfão e, mais tarde, como receptor nociceptina (OP4).
A morfina actua por estimulação dos receptores opióides: é um dos agonistas exógenos preferenciais dos receptores μ, tem elevada afinidade para os receptores κ e δ, mas não se fixa aosreceptores σ. Este amplo espectro de afinidade da morfina, associado à distribuição dos receptores opióides por todo o sistema nervoso central e por muitos tecidos periféricos e à multiplicidade de funções em que estes parecem estar envolvidos, levam a que a morfina tenha uma farmacodinâmica exuberante, que serve de padrão à de todos os analgésicos de ação central.

Toxicologia e efeitos:
A toxicidadeprovocada pela morfina varia com a via de administração e com a tolerância desenvolvida pelo uso contínuo. Os efeitos tóxicos resultam de uma sobredosagem de morfina, caracterizada por depressão respiratória, (uma diminuição da frequência respiratória e/ou volume tidal, respiração de Cheyne-Stokes, cianose), contracção das pupilas, extrema sonolência que pode progredir para coma, flacidez dosmúsculos esqueléticos (quando a língua perde rigidez pode bloquear as vias respiratórias), pele húmida e pegajosa, retenção urinária, náuseas, vómitos, hipotermia, edema pulmonar e, algumas vezes, bradicardia e hipotensão. Em casos graves de sobredosagem pode ocorrer apneia, colapso respiratório, paragem cardíaca e morte (que se deve geralmente a falha respiratória).
A morfina é metabolizadaessencialmente no fígado, tracto gastrointestinal e rins. Como tal, pode causar hepatotoxicidade ou nefrotoxicidade durante o seu metabolismo, principalmente em doentes com disfunção hepática ou renal. Na maternidade, o uso de morfina requer cuidados especiais. Recém nascidos com mães viciadas em morfina nascem com síndrome de abstinência, no entanto, quando as mães apenas consomem uma ou outra vez durantea gravidez não há aumento significativo na ocorrência de defeitos congénitos nos bebés.
A morfina pode inibir o fluxo salivar, o que contribui para o desenvolvimento de cáries, doenças periodontais e candidoses orais. Provoca também diminuição da secreção de ácido clorídrico a nível estomacal, o que causa atraso do trânsito intestinal.
A nível respiratório, a morfina pode induzir sintomas...
tracking img