Monteiro lobato

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 47 (11540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAMENTOS DOS ESTUDOS LITERÁRIOS


TRABALHO EM GRUPO


MONTEIRO LOBATO











Alvanir Almeida da Silva
Deividi Gomes dos Santos
Diórgenes Santos Gomes
Maximiliano Loss
Rogério Amorim Sant’Anna


Prof. Maria Tereza Amodeo
Pontifície Universidade Católica - PUC
Curso FALE/ Português e Literatura – Prática do nível I
Turma 257
25/11/2011Palavras-chave: Monteiro Lobato.Literatura.Conto.Escritor.Modernismo.




1. INTRODUÇÃO:


Monteiro Lobato é considerado um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Este trabalho tem como objetivo de pesquisa analisar e comentar a literariedade e as características principais de alguns contos selecionados de autoria de Monteiro Lobato. Seu conteúdo é provido de 5 (cinco) contosdistintos, cada qual com suas características próprias e que nos levam a escrutar as intenções do autor e seu estilo literário. O material desta pesquisa está subdividido por:

1. Introdução

2. Do escritor Monteiro Lobato

3. Análise dos cinco contos:

3.1 Conto “Bucólica” (do livro “Urupês”)
3.2 Conto “O gato vaidoso” (do livro “Fábulas e histórias diversas”)3.3 Conto “Um homem de consciência” (do livro “Cidades mortas”)
3.4 Conto “O comprador de fazendas” (do livro “Urupês”)
3.5 Conto “Negrinha” (do livro “Negrinha”)

4. Análise das características do autor e sua vida

5. Os cinco contos escolhidos

6. Referências Bibliográficas




2. DO ESCRITOR MONTEIRO LOBATO:


José Renato Monteiro Lobato nasceu em Taubaté, SP, nodia 18 de Abril de 1882. Filho único de fazendeiros mudou seu nome aos dez anos para José Bento Monteiro Lobato. Seu desejo era estudar belas-artes, mas seguindo o desejo de seu avô, o Visconde de Tremembé, aos dezoito anos entra para a Faculdade do Largo de São Francisco, para cursar Direito. Começa a redigir os primeiros textos no jornal do Instituto de Ciências e Letras, chamado “A Pátria”utilizando vários e estranhos pseudônimos. Sua primeira produção com o próprio nome foi o conto “Gens Ennuyeux”, publicado no jornal “O Onze de Agosto” em 12 de Outubro de 1904. A partir de 1912 começa a escrever contos para o jornal “O Estado de São Paulo”, ganhando certa notoriedade no meio literário paulista. Em Julho de 1918, lança o seu primeiro livro, “Urupês”, considerado o marco zero daindústria editorial brasileira e também do movimento modernista brasileiro. Logo fundou a editora Monteiro Lobato & Cia., depois chamada Companhia Editora Nacional, com a obra O Problema Vital, um conjunto de artigos sobre a saúde pública, seguido pela tese O Saci Pererê: Resultado de um Inquérito. Privilegiava a edição de autores estreantes como a senhora Leandro Dupré, com o sucesso "Éramos Seis".Traduziu também muitos livros e editou obras importantes e polêmicas como "A Luta pelo Petróleo", de Essad Bey, para o qual fez uma introdução tratando da questão do petróleo no Brasil. Ganhou notoriedade nacional (e internacional) com a criação da série de livros infanto-juvenis “O sítio do pica-pau amarelo”. Morreu em São Paulo, no dia 4 de Julho de 1948.


3. ANÁLISE DOS CINCO CONTOS:


3.1.CONTO “BUCÓLICA” (DO LIVRO “URUPÊS”)


Neste conto, o autor retrata de forma magistral as paisagens e as visões que ele tem da natureza das cidades do interior do Brasil no início do século vinte.

“A natureza orvalhada tem a frescura de uma criança ao deixar o banho. A vegetação toda a pingar orvalho, bisbilhante de gotas que caem e tremelicam, sorri como êxtase.“

Fala da pureza do ar,da cristalinidade das águas dos rios, dos inúmeros pássaros que coexistem nas matas, do contraste dos variados tons de verde da serra, das miríades de cores das flores e das plantas, cada qual com seu nome peculiar, muitas das quais desconhecidas para nós, que vivemos na modernidade do século XXI.

Também descreve o jeito de viver do povo brejeiro da época. Casebres de barro com teto de...
tracking img