Monografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11807 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA SUPERIOR ABERTA DO BRASIL - ESAB
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM
COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL E GESTÃO DE
PESSOAS

CARLA TEREZINHA CÂMARA

QUALIDADE DE VIDA NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

HORTOLÂNDIA
2011

ii

CARLA TEREZINHA CÂMARA

QUALIDADE DE VIDA NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Monografia apresentada ao Curso de PósGraduação das Redes da Escola Superior
Abertado Brasil como requisito para obtenção
do título de Especialista em Comportamento
Organizacional e Gestão de Pessoas, sob
orientação do Prof. Líbero Penello De Carvalho
Filho

Hortolândia
2011

iii

CARLA TEREZINHA CÂMARA

QUALIDADE DE VIDA NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Monografia aprovada em ....... de ............................... de 2011.

Banca Examinadora_____________________________

_____________________________

_____________________________

Hortolândia
2011

iv

RESUMO
P alavras -chave: qualidade de vida no trabalho; micro e pequenas empresas;
e stratégias.

O o bjetivo geral deste trabalho foi v erificar a importância das micro e
p equenas empresas seguirem programas de valorização pessoal e profissional
d e seus empregados, p araque haja qualidade de vida no trabalho. Assim,
f oram conceituadas micro e pequenas empresas; mostrada a qualidade de vida
como exigência dos contextos de trabalho atuais; analisadas as ações que
geram motivação e satisfação no trabalho; verificados os p rogramas de
qualidade de vida no trabalho; verificado como as pequenas empresas estão
t endo ações de QVT e analisadas as melhores ações quepequenas empresas
p odem ter para a valorização do pessoal e profissional de seus funcionários,
p ara que exista uma qualidade de vida no trabalho. Este trabalho foi baseado
e m pesquisa bibliográfica, enriquecida com consultas a livros, periódicos,
a rtigos, teses, dissertações e consultas a publicações acadêmicas e científicas
n a Internet. O método específico de trabalh o refere - se àpesquisa exploratória.
Com o resultado da pesquisa foi possível concluir que o t reinamento
comportamental é uma das estratégias que a pequena empresa pode ter, já
que o custo é baixo e os empregados podem ter mais informações uteis para
e vitar acidentes, melhorar a qualidade no relacionamento interpessoal e dos
h ábitos de saúde. Também pode melhorar seu comprometimento com a
e mpresa, poisse esta, além do treinamento, oferecer e se preocupar com a
h igiene do trabalho, o trabalhador terá u m ambiente propicio para trabalhar e
se desenvolver, trazendo benefícios para a empresa. Como micro e pequenas
e mpresas são a maioria no Brasil, e são as principais geradoras de emprego,
n ada melhor que estas se preocuparem com a QVT e mostrarem que se
p re ocupam com a melhoria doambiente de trabalho.

v

SUMÁRIO
INTRODUÇÃO ................................................................................................................. 7
C APÍTULO 1 - A Q UALIDADE DE VIDA COMO EXIGÊNCIA DOS CONTEXTOS
DE TRABALHO ............................................................................................................ 10
1.1
1.2
1.3
1.4

ANTECEDENTES LEGAIS DAQUALIDADE DE VIDA DO TRAB ALHADO R ... 10
SAÚDE FÍSICA, MENTAL E EMOCIONAL .......................................................... 13
AMBIENTE ORGANIZACIONAL E QUALIDADE DE VIDA ................................. 15
AÇÕES RESPONSÁVEIS GERAM MOTIVAÇÃO E SATISFAÇÃO ................... 17

CAPÍTULO 2 - A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO - QVT ................................. 19
2.1 QUALIDADE DEVIDA COMO ALICERCE DE DESEMPENHOS ...................... 20
2.2 A BASE DOS PROGRAMAS DE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO ........ 23
2.2.1 Exemplos de Programas de QVT . ............................... ............................ 24
C APÍTULO 3 - I NOVAÇÕES E INDICATIVOS DE MELHORIA NAS POLÍTICAS
D E QUALIDADE DE VIDA NAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS ................... 27
3 .1 CARACTERÍSTICAS...
tracking img