Monografia - sae

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 45 (11244 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

A Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) é conceituada por Alfaro-LeFevre (2005) como um método de prestação de cuidados para a obtenção de resultados satisfatórios na implementação da assistência, com o objetivo de reduzir as complicações durante o tratamento de forma a facilitar a adaptação e recuperação do paciente. O uso do método requer o pensamento críticodo profissional, que deve estar focado nos objetivos e voltado para os resultados de forma a atender as necessidades do paciente e de sua família; exigindo constante atualização, habilidades e experiência sendo orientado pela ética e padrões de conduta. Portanto, é um modo de exercer a profissão com autonomia baseada nos conhecimentos técnico-científicos no qual a categoria vem se desenvolvendonas últimas décadas.
Há um crescente interesse e envolvimento de enfermeiros para fazer valer a assistência sistematizada nas diversas instituições de saúde, onde já foram alicerçados. Porém, as constantes modificações requeridas para sua execução, evidenciam avanços e retrocessos, com resultados que variam de acordo com a estrutura local.
O interesse pelo tema surgiu da observação deque embora o Conselho Federal de Enfermagem tenha tornado obrigatória à implementação da SAE (COFEN, Resolução 272/2002), o que contribuiu para que as coordenações de enfermagem convocassem sua equipe a repensar o processo e a adequar a instituição às normas estabelecidas, ainda existem várias dificuldades para sua execução, que envolvem não apenas a deficiência de recursos, mas a forma como oprofissional se apropria do conhecimento atualizando-se ( FIGUEREDO et AL, 2006).
Num tempo em que os enfermeiros são convocados a prestar um cuidado diferenciado dos padrões utilizados nos primórdios da nossa história, identificar o nível de conhecimento sobre as etapas da SAE, sua utilização no cotidiano e as dificuldades dos enfermeiros para sua implementação é fundamental para fortalecera autonomia da categoria.
Para Barros (2001), a consolidação do processo depende de vários fatores dentre os quais destaca os fatores econômicos e sociais que, segundo ele, precedem e sustentam os determinantes profissionais. Numa era de avanço tecnológico, os profissionais são chamados a demonstrar que suas intervenções no cuidar fazem diferença nos resultados obtidos. A pessoa que buscaum serviço de saúde precisa sentir-se confiante frente às condutas adotadas para o seu tratamento. Utilizando-se do método científico é possível chegar à qualidade do atendimento e das respostas esperadas. Desta forma, os pacientes desejarão ser cuidados por enfermeiros.
A aplicação da SAE envolve mais do que uma seqüência de passos a serem seguidos, requerendo do profissional maiorfamiliaridade com o assunto e sensibilidade para adequar as necessidades do cliente às condições de trabalho (GARCIA, 2001), tornando-a menos simples do que sugere a teoria.
Pretende-se acrescentar um material de consulta que aponte as barreiras existentes entre a teoria e a prática. Possibilitando, através de estudo posterior, propostas de adaptação, atreladas ao programa de educaçãopermanente que reforcem a importância do uso deste método, contabilizando a nosso favor políticas de saúde que incentivem a valorização econômica, social e profissional do nosso trabalho.

2. OBJETIVOS

2.1 Geral

Analisar o conhecimento dos Enfermeiros do Hospital da Restauração sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE).

2.2 Específicos

• Identificar o conhecimentodos enfermeiros sobre as etapas da SAE.

• Relacionar o conhecimento dos enfermeiros sobre as etapas da SAE em relação: Ao tempo de colação de grau e de atuação profissional na instituição; grau de formação e setor de trabalho.

• Verificar a existência e utilização dos formulários da SAE nas unidades de internação.

3. REFERENCIAL TEÓRICO

3.1 Histórico

A abordagem filosófica...
tracking img