Moliere

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2832 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Molière

O século XVII: príncipes e donzelas vivem o esplendor da corte do Rei Sol; a moda é feita de cores e cetins; Watteau pinta cenas campestres e idílicas; os burgueses invejam o fausto da nobreza palaciana e guardam dinheiro e poder para a revolução que virá um século depois; o povo mergulha cada vez mais na miséria; Versailles é finalmente concluído. A corte se diverte.
Em 1670, nocastelo de Saint-Germain-em-Laye, os nobres vibram com a apresentação de mais uma comédia palaciana de Molière, o comediante do rei: Os amantes magníficos. Em 1671, As Sabichonas (As Eruditas) leva o público a rir mais uma vez da literatice dos salões literários da corte.
E, no fim deste ano, no Palais-Royal, As artimanhas de Scapino aproxima Molière do gênero ligeiro e movimentado da Commediadell’Arte. Mas, em fevereiro de 1673, já tuberculoso e incurável, Molière tem um ataque de homeptise em cena aberta, ao representar o papel principal de O doente imaginário.
O público imagina tratar-se de mais uma interpretação do grande ator e não mede o riso. Assim, enquanto Molière se curva de sofrimento e perde sangue pela boca, a plateia aplaude estrondosamente.
O pano cai e o comediante élevado, moribundo, para sua casa na rua Richelieu, onde Armande, a esposa que o abandonara anos antes, fecha-lhe os olhos para sempre.
Nenhum padre encomenda sua alma – Molière é um comediante e a Igreja não permite cerimônias fúnebres para comediantes. Armande, desesperada, corre até o palácio e implora ao rei uma sepultura cristã para Molière.
Luís XIV pede ao arcebispo que abra uma exceção. O apeloé atendido, mas com algumas condições: o poeta será enterrado no cemitério Saint-Joseph, “fora das horas do dia” e no local reservado aos suicidas e às crianças sem batismo.
Embora sem reza e sem coroa, Molière morreu como sempre qui: no palco, representando a sua última comédia e fazendo a plateia rir.

Uma vocação diabólica

Jean-Baptiste Poquelin nasceu em 15 de janeiro de 1622, na cidadede Paris. Órfão de mãe, aos doze anos foi enviado ao colégio de Clermont e depois para Orléans, onde se formou advogado. Mas, uma vez licenciado jamais voltou a tocar nas leis e, embora contrariando o desejo da família, escolheu outro ofício, que para muito era invenção do diabo: o teatro.
Jean-Baptiste Poquelin poderia ter seguido a profissão do pai, “tapeceiro ordinário do rei”, ou qualqueroutra que não ator de teatro. Mas uma forte vocação arrastou-o para o palco. E ali viveu toda a sua vida.
Há várias versões para explicar o motivo dessa opção por uma profissão cheia de sacrifícios: pacto infernal, paixão por uma atriz famosa da época (Madeleine Béjart) ou simplesmente vontade de se opor à família, que repudiava o teatro. Mas o fato é que Jean-Baptiste Poquelin desde muito cedofrequentou platéias, aplaudiu ou vaiou desempenho de atores, vibrou como se aquele mundo lhe pertencesse de maneira inalienável.
O grande escândalo familiar aconteceu quando o jovem Poquelin, abandonando definitivamente qualquer possibilidade de exercer a profissão de advogado, decidiu fundar com Madeleine Béjart um grupo teatral, o Ilustre Théâtre.
Unidos a outros atores, também principiantes,Jean-Baptiste e Madeleine estrearam em 1644. O público, porém, não se interessou pelo trabalho do novo grupo. E, com a plateia vazia, o Illustre Théâtre amargou seu primeiro fracasso. Como estava em moda a tragédia nos moldes clássicos, o grupo não poderia escapar a esse tipo de repertório> Coreneille, Du Ryer e Tristan l’Hermite. Mas não podendo competir com as companhias profissionais – que além dalonga experiência, viviam sob mecenato da aristocracia -, a empresa não conseguiu público suficiente para prosseguir e fazer carreira.
O ano de 1644, além de assinalar a primeira derrota artística do grande gênio da comédia, é o momento em que ele utiliza o pseudônimo “Molière” pela primeira vez.
Alguns biógrafos acreditam ter Jean-Baptiste Poquelin mudado de nome por exigência da família....
tracking img