Moedas e creditos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7190 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIPLAN
CENTRO UNIVERSITÁRIO PLANALTO DO DISTRITO FEDERAL

Moedas e Créditos

Professora: Mirizete de J. dos Santos

Introdução

Este trabalho descreverá sobre moedas e créditos, os quais são os meios usados para efetuar transações monetárias, são meios de trocas, que possuem seus valores e características.
Ele também mostrará a evolução da moeda, desde o escambo até os diasatuais, sua oferta, criação, funções e falará também das principais moedas brasileiras, desde o pau-brasil até o real.

Conceito de moeda

Moeda é o meio usado para efetuar transações monetárias. É todo ativo que constitua forma imediata de solver débitos, com aceitação geral e disponibilidade imediata, e que confere ao seu titular um direito de saque sobre o produto social. A moeda éutilizada para medir o valor de todos os bens e serviços.
A moeda pode também ser conceituada como meio de trocas "que serve como medida de valor e que tem aceitação geral. Esta aceitação geral é um fenômeno essencialmente social. Além disso, como a moeda representa um poder de aquisição, desde o momento em que é recebida até o momento em que é dada em pagamento de outra transação, elatambém se caracteriza como uma reserva de valor" (LOPES e ROSSETTI, 1991).

Historia da moeda

A moeda, como hoje a conhecemos, é o resultado de uma longa evolução. No início não havia moeda. Praticava-se o ESCAMBO, simples troca de mercadoria por mercadoria. Algumas mercadorias, pela sua utilidade, passaram a ser mais procuradas e aceitas por todos, assumiram a função de moeda, circulandocomo elemento trocado por outros produtos e servindo para avaliar-lhes o valor.
O ESCAMBO apresenta alguns problemas no que se refere ao desenvolvimento das atividades econômicas de uma maneira geral. Ele exige uma dupla coincidência de desejos, porque quem pescasse e quisesse, por exemplo, um machado, teria que achar outra pessoa que fabricasse machados e quisesse, exatamente, peixes. Outroproblema diz respeito à indivisibilidade dos objetos nas trocas diretas. Montoro Filho (1992) exemplifica esse problema apontando a dificuldade que um fabricante de canoas teria se quisesse tomar um cafezinho.
As moedas-mercadorias variavam de comunidade para comunidade e de época para época, sob marcante influência dos usos e costumes dos grupos sociais em que circulavam.
Anecessidade de encontrar mercadoria apreciada por todos logo foi identificada, esta deveria ser ainda, um artigo de luxo e de rara beleza. Talvez seja este o motivo de assemelhar ao ouro a qualidade de metal monetário por excelência, e de ser empregado, também, na confecção de artigos de joalheria. Outros metais também tiveram o seu papel marcante como moeda: a prata, o cobre, o bronze, o níquel, o zinco,o estanho e etc. Aos poucos a moeda oficial se expandiu por toda parte e, era de uso corrente em todo o mundo o civilizado.

Origem E Evolução Da Moeda

Esta abordagem tem como objetivo analisar a origem e a evolução da mercadoria moeda, dos períodos decorrentes da antiguidade até os períodos hodiernos, da nossa sociedade, ressaltando suas diferentes fases e funções.

1 - A ERADO ESCAMBO: BOI E SAL
Foi a época em que o homem vivia em pequenas comunidades e se utilizava da vegetação e da caça disponível na região para se alimentar e para o sustento da família. Essas comunidades foram crescendo, se multiplicando e se expandindo, e formando outros núcleos familiares, que procuravam delimitar suas áreas plantio de alimentos e de caça para subsistência dos núcleos.Tem-se ai o inicio do processo de racionalização de atividades agrícolas, enquanto uns núcleos se dedicavam ao cultivo de tubérculos, outros cultivavam grãos e outros se dedicavam á caça. Essa economia primitiva funcionava á base de escambo, que se define pela pura e simples troca de mercadorias, e as de mais valor eram o boi e o sal.

2 - A ERA DA MERCADORIA MOEDA
A evolução da...
tracking img