Modelos ageis e evolutivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7385 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
2.2Modelo de Processo de Software Evolucionário
Estudos mostraram que o software, como todos os sistemas complexos, evoluem
durante um período de tempo e os requisitos do negócio e do produto mudam freqüentemente a medida que o desenvolvimento prossegue dificultando um caminho direto para um produto final .Os modelos que serão citados à frente são interativos e caracterizam-se pela forma comose desenvolve versões cada vez mais completas do software.
2.2.1 Espiral
Este modelo foi desenvolvido para abranger as melhores características tanto do ciclo de vida clássico como da prototipação, acrescentando, ao mesmo tempo, um novo elemento, a análise de riscos que falta a esses paradigmas. O modelo define quatro importantes atividades representadas por quatro quadrantes:
1. Planejamento:determinação dos objetivos, alternativas e restrições.
2. Análise de riscos: análise de alternativas e identificação/resolução de riscos.
3. Engenharia: desenvolvimento do produto no “nível seguinte”.
4. Atualização feita pelo cliente: avaliação dos resultados da engenharia.
Ele usa uma abordagem “evolucionária” à engenharia de software, capacitando o desenvolvedor e o cliente a entender ereagir aos riscos em cada fase evolutiva. O modelo espiral usa a prototipação como um mecanismo de redução de riscos, mas, o que é mais importante, possibilita que o desenvolvedor aplique a abordagem de prototipação em qualquer etapa da evolução do produto. Ele mantém a abordagem de passos sistemáticos sugerida pelo ciclo de vida clássico, mas incorpora-a numa estrutura iterativa que reflete maisrealisticamente o mundo real. O modelo espiral exige uma consideração direta dos riscos técnicos em todas as etapas do projeto e, se adequadamente aplicado, deve reduzir os riscos antes que eles se tornem problemáticos.
O modelo de ciclo de vida espiral apresentado por Boehm em 1988 combina as
características positivas da gerência (documento associado às fases do ciclo) do modelo de cascata com asfases sobrepostas encontradas no modelo incremental e, também,com as versões anteriores de um sistema do modelo de prototipação. O modelo em espiral parte do princípio de que a forma do desenvolvimento de software não pode ser completamente determinada de antemão.
A prototipação é vista como um meio de redução de riscos, a permitir que se descubram os problemas potenciais antes de se comprometercom um sistema completo. O modelo caracteriza-se como um gerador de modelo de processo. Cada ciclo do modelo em espiral possui quatro atividades principais: elaborar objetivos, restrições e alternativas para entidades de software, avaliar alternativas com relação aos objetivos e restrições, e identificar as principais fontes de riscos.
• Elaborar a definição das entidades de software em umprojeto.
• Planejar o próximo ciclo. Abortar um projeto se ele apresentar um alto fator de
2.2.2 Incremental
Combina elementos do modelo cascata sendo aplicado de maneira interativa. O modelo de processo incremental é interativo igual à prototipagem, mais diferente a prototipagem o incremental tem como objetivo apresentar um produto operacional a cada incremento realizado. Esse modelo é muito útilquando a empresa não possui mão de obra disponível no momento para uma implementação completa, dentro do prazo estipulado.
2.2.3 Desenvolvimento baseado em componentes
Desenvolvimento baseado em componentes ou component-based development (CBD) também é conhecido como component-based software engineering (CBSE) ou simplesmente componente de software, não define o que é um componente e restringe-sea dizer que o modelo de desenvolvimento baseado em componentes utiliza paradigma de orientação a objetos baseando-se em uma classe como código reutilizável, ou seja, o componente. Em orientação a objetos uma classe encapsula dados e algoritmos e este último também pode ser usado para manipular os dados.
Caracteriza-se esse modelo como incorporador do modelo espiral com uma abordagem iterativa...
tracking img