Modelo petição danos morais e materiais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1683 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
EXCELENTISSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA ___VARA CIVIL DA COMARCA DE SANTOS-SP.

ATANAGILDETINA, brasileira, solteira, cirurgiã dentista, inscrita no RG nº 000.000.0, e no CPF nº000.000.00-00, residente e domiciliada na Rua Dos Encantos, nº 000, bairro Vila Bonita, na cidade de Santos/SP, vem perante a ilustre presença de vossa excelência propor a presente:AÇÃO INDENIZATÓRIA, com fulcro nos Arts. 159 e 186 do Código Civil de 2002, em face de:

SHOPPING SANTOS, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº 00.000.000/0001-00, com sede na Rua Das Flores, nº 000, bairro Vila Bonita, na cidade de Santos/SP, neste ato representada pelo seu sócio administrador TICIO MOLUSCO, inscrito no RG nº 000.000.0, e no CPF nº000.000.00-00, residente e domiciliada na Rua Figueira, nº 000, bairro Tabuleiro das Oliveiras, na cidade de Santos/SP, pelos fatos e fundamentos que passa expor:

1. DOS FATOS
A requerente é cirurgiã dentista a dez anos nesta comarca com uma grande cartela de clientes formados, labor este que é sua única fonte de seu sustento.
No dia 20 de agosto de 2009,reuniu-se em confraternização anual com seus colegas de faculdade na praça de alimentação do Shopping Santos, a fim de celebrar mais um ano de formatura da turma.
Infortuniamente, às 20:00h daquela data, ocorreu o desabamento de parte da estrutura do teto do shopping sobre a praça de alimentação onde estavam reunidos os confraternizantes, e conseqüentemente vindo a atingir,inclusive, a requerida.
Como resultado da tragédia, a requerida foi vitimada violentamente em seu membro superior direito, causando varias fraturas gravíssimas no braço e mão, inclusive com esmagamento da mão.
Assim, a requerida foi submetida a quatro extensivas cirurgias reparadoras do membro, além de intensos tratamentos fisioterápicos e de terapia ocupacional como objetivo de tentar a recuperação dos movimentos do membro. Porém, apesar de todos os esforços desprendidos, a requerida teve diagnosticada a INCAPACIDADE LABORATIVA PERMANENTE do membro, devido aos graves ferimentos que sofrera, além de ficar com APARENTE DANO ESTÉTICO.
Diante de tal situação infeliz, a requerida viu sua promissora carreira profissional ser encerradaprematuramente, pois dependia totalmente de seu membro, agora invalido, para realizar as cirurgias odontológicas. Sendo este sua fonte de sustento.
Ademais, a requerida utilizou-se de todos os recursos disponíveis para seu tratamento, arcando com todas as despesas médicas, que até momento soma o valor de R$ 98.000,00 (noventa e oito mil reais), conforme notas apensas. Além de deixar deaferir uma remuneração mensal média de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) desde o acidente, comprovados pela declaração de imposto de renda da mesma.
Procurado e requerido, desde o principio, a ajuda da parte requerida, o seu representante somente isentou a requerente de pagamente do estacionamento para futuras visitas ao estabelecimento, como se fosse possível equivaler os custossofridos com esta mera concessão. Tendo a requerida negado a qualquer outra composição amigável.
Tendo ciente de seus direitos, em razão dos prejuízos sofridos e futuros, não lhe restou outra alternativa a não ser buscar amparo judicial para que sejam atendidas suas providencias requeridas.

2. DOS FUNDAMENTOS

2.1 Da Responsabilidade Objetiva:Como a requerente em nada contribuiu para o ocorrido, resta à parte requerida a responsabilidade sobre todos os danos causados, pois deveria garantir e oferecer segurança a todos que ali freqüentam.
Conforme prevê o artigo 937 do Código Civil:
Art. 937. O dono de edifício ou construção responde pelos danos que resultarem de sua ruína, se esta provier de...
tracking img