Modelo ficha de leitura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1188 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Modelos Sistémicos
Ficha de leitura – exercício nº 1
Metáfora: “Tudo o que temos cá dentro”
Esta metáfora baseia-se num romance de Daniel Sampaio (psiquiatra e
terapeuta) que retrata o caso real de um jovem com… “muita coisa lá dentro”. Na
verdade se colocarmos a nós próprios a questão “O que é tudo que se tem cá dentro?”,
vemo-nos perdidos no longo trilho da subjectividade humana. E,afinal, temos todos
tanta coisa. Somos, primeiramente, um ser biológico, químico ou físico, mas também
um ser social e cultural com uma componente psicológica influente em toda a nossa
vida. Somos aquilo que respiramos, cheiramos, pensamos, fazemos, e somos, também, o
inverso, ou seja, aquilo que não pensamos e aquilo que não fazemos. Ás vezes somos
aquilo que nunca imaginamos que fossemos,simplesmente aquela resposta nunca
colocada. É neste sentido que parece que escondemos algo de nós a nós mesmos; as
nossas insanidades, as nossas vergonhas, a função do nosso sintoma ou o sintoma da
nossa função.
Porquê? “Em 1973 eu regressava da guerra e sabia feridos, do latir de gemidos,
de minas, de ventres esquartejados pela explosão das armadilhas, sabia de prisioneiros
e de bebésassassinados, sabia do sangue derramado e da saudade, mas fora-me
poupado do inferno” António Lobo Antunes.
É nesta luta para nos “pouparmos do inferno” que escondemos tudo, tudo aquilo
que um terapeuta tem de encontrar para conseguir uma mudança na estrutura de um
sistema.
Autores: Ana Paula Relvas.
Título: Conversas com famílias. Discursos e perspectivas em terapia familiar.
Ano: 1999.
Editor:Afrontamento.
Relvas, A. P. (1999). Conversas com famílias. Discursos e perspectivas em
terapia familiar. Edições Afrontamento.
Resumo:
O capítulo sobre o qual nos debruçamos foca essencialmente uma nova forma de
abordagem da psicopatologia centrando-se, particularmente, no estudo do valor do
sintoma, sua função e seu processo de formação.
Assunto:
Num primeiro momento, o texto apresenta, anova forma de “ver e pensar” a
psicopatologia, no contexto da perspectiva sistémica. Desta sorte, apresenta uma breve
contextualização histórica que nos permite compreender a evolução e transformação da
psicopatologia: noções/conceitos, pressupostos-base, contextos de aplicação e
definições essenciais.
De acordo com a perspectiva sistémica a essência da terapia reside em “ver o
que lá nãoestá” – nova abordagem da psicopatologia. Nesta, o sintoma pode associar-se
a “uma porta de entrada” no sistema, que oferece uma via de compreensão
privilegiada sobre as conexões que ligam o indivíduo aos sistemas que lhe dizem
respeito, o explicam, o constróem e que ele contribui para construir.
Também surge como uma mensagem que nos informa tanto sobre o
funcionamento do sistema como ofuncionamento do indivíduo, distinguindo-se 3 níveis
de compreensão do sintoma: nível semântico, sintáctico e pragmático (valor
comunicacional).
Mais tarde tornou-se pertinente a pesquisa sobre a função do sintoma, pelo
sintoma da função, lendo-o como o sinal de uma perturbação de uma ou mais
funções necessárias à sobrevivência da família. O sintoma resulta pois de
incompatibilidades entre asfinalidades individuais e familiares. Perante esta
situação as alternativas possíveis são: o indivíduo tornar-se refém, ou romper com a
família (valor desenvolvimental).
“E é por acidente que um comportamento aleatório vai ser seleccionado, é por ocasião
das reacções que ele suscita que vai ser ampliado e é assim que acabará por se cristalizar sob
a forma de sintoma” (Ausloos 1996).
Em terapiafamiliar, o diagnóstico e a intervenção são co-evolutivas (noção
Batesoniana) e interdependentes. A hipótese sistémica é o equivalente funcional do
diagnóstico. Esta deve ser convenientemente avaliada na relação com a família
atendendo à sua utilidade (não esquecer a importância do “diferente” no quadro
compreensivo que esta nos traz) e adequabilidade.

Mensagem sobre ficha de leitura...
tracking img