Modais do transporte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2527 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
MODAL RODOVIÁRIO

A globalização da economia mundial está impondo a países e regiões, uma aproximação, visando melhor explorar as suas potencialidades econômicas, procurando tornar seus produtos competitivos em qualquer parte do mundo.
Neste contexto, insere-se o transporte de pessoas e mercadorias das mais diferentes regiões produtoras do nosso continente Sul-americano e, o seu deslocamento,necessita estudos referentes ao que existe disponível nos vários modais .

Como estes estudos envolvem o território de vários países, teremos que inicialmente desenvolver um Plano Geral que apresente o desejo de cada País , quais os seus projetos, a viabilidade e previsões para a consecução dos objetivos. Cada vez mais a logística do transporte tem influência no preço das mercadorias.Atualmente, o modal rodoviário é o mais utilizado na região pela sua versatilidade, mesmo tendo um custo mais alto.

Apesar da exiguidade de recursos, existem elementos suficientes para justificar a obtenção de fundos para a execução de estudos completos, que poderão ser desenvolvidos por organismos governamentais, ou empresas internacionais de consultoria, bem como a busca de financiadores que seinteressem por algum dos projetos como um todo.

MODAL FERROVIÁRIO

CENÁRIO ATUAL

Dois acontecimentos importantes estão ocorrendo no cenário da economia mundial, que estão influenciando as decisões de integração do mercado americano.

O primeiro, é o deslocamento do eixo que coordena a economia mundial. No passado recente, localizava-se no Atlântico Norte e, atualmente, posiciona-se em tornodo Pacífico, onde localizam-se nações dotadas de considerável poder econômico, político e tecnológico: Estados Unidos, Canadá, Rússia, Japão, China, os tigres asiáticos e Austrália.

O segundo, é a crescente regionalização da economia internacional, com a formação de blocos continentais, economicamente integrados, competindo acirradamente no mercado mundial e facilitando a comercialização entreos países membros.

Na América do Sul desde 1988 existe o MERCOSUL e na América do Norte o NAFTA e está previsto para os próximos anos a ALCA, que visa reunir num único bloco, todos os países da América.

Dentro deste contexto, os países da América do Sul somente poderão integrar estes blocos, sem prejuízos para suas economias, na hora que seus produtos tenham competitividade no mercadointernacional, o que vai depender primordialmente da estrutura de transportes que necessita ser modernizada e racionalizada.

Na América do Sul, um primeiro passo foi dado com a definição das 12 macro – rotas de integração, cujos projetos modais devem agora serem desenvolvidos de modo que se tenha um apoio institucional dos Governos dos países envolvidos e uma posterior alocação de recursos, atravésde financiamento internacional, para concretização das obras elencadas como prioritárias.

Nos três Seminários realizados pelo Comitê das Rotas de Integração da América do Sul, foram apresentados, pelos países que participaram dos eventos, quatro projetos ferroviários que mereceram aprovação em plenário, e que estão a exigir uma maior definição das Autoridades dos países envolvidos.

1 –LIGAÇÃO FERROVIÁRIA PORTO ALEGRE – ANTOFAGASTA

Prevê a ligação entre Porto Alegre (Brasil ) e Antofagasta (Chile), atravessando o nordeste Argentino, através de ferrovia com bitola métrica. Para isto serão necessários a execução dos projetos e obras:
– Colocação de 3º trilho entre Passo de Los Libres e Corrientes, na República Argentina, com aproximadamente 230km.
– Construção de ponteferroviária entre Corrientes e Resistência, na República Argentina.
Estas medidas permitirão o tráfego ferroviário entre Brasil, Argentina e Chile, na bitola métrica, sem necessidade de transbordo.

2 – FERROVIA TRANSCONTINENTAL

Contempla a ligação entre o Chile, Argentina, Uruguai, Brasil e Paraguai, através de ferrovia interligando os seus polos econômicos e aproveitando a ferrovia existente, que...
tracking img