Mobile payment

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1879 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Mercado no Brasil e Público Alvo

71% dos brasileiros afirmaram que usariam o celular em substituição a um cartão de crédito ou de débito, e 66% para consultar o saldo e movimentar sua conta do banco, 59% dos usuários não confiam no serviço por considerá-lo inseguro, enquanto 15% têm medo de clonagem. comerciantes o sistema de pagamento pelo celular mostra-se vantajoso, pois custará 3% dareceita com vendas, enquanto a operação com cartões de crédito chega a consumir 15%.
Num país onde 81% dos celulares são pré-pagos, segundo a Anatel e, segundo a Febraban, 70% dos celulares estão em poder das classes C, D e E,
190.732.694 pessoas
203 Milhões de celulares – 104,6 celulares a cada 100 habitantes
70% da população é bancarizada, de 40 milhões de pessoas sem acesso a rede bancária.http://www.ipnews.com.br/telefoniaip/index.php?option=com_content&id=17764&task=view
Brasil, principalmente se levarmos em conta que a penetração de cartões de crédito/débito de plástico nas classes sociais é de apenas 18% e 3%, respectivamente, enquanto 87% e 55% dessas camadas já utilizam telefone celular.
Brasil é um dos líderes na adoção do m-payment. O número de pagamentos móveis nopaís chegou a 3,9 milhões em 2010 e está crescendo mais de 30% ao ano.
O m-payment também é uma chance imperdível para os países em desenvolvimento levarem serviços bancários para suas populações não-bancarizadas. A opinião é de Stephen Rasmussen, consultor da CGAP, órgão dedicado à promoção do desenvolvimento em países pobres e que tem os fundadores Bill e Melinda Gates.
Ele diz que mais da metadedo mundo não tem acesso a serviços bancários (na América Latina esse índice é de 40%). E, alguns países, a fatia da população que tem celular é o dobro da que tem conta em algum banco

Tecnologias Existentes
Diferentes modelos
Ainda de acordo com o consultor, o mobile payment pode acontecer de duas maneiras diferentes, por SMS ou chip. “E o interessante é que é a situação econômica do paísque ajuda a definir qual modelo será adotado”.
Ele explica que, em países desenvolvidos, como Japão e Coréia, a opção é pelo chip. “É um chip diferenciado que é inserido no aparelho e permite que o pagamento seja feito apenas aproximando o celular na frente de um leitor, sem que seja preciso digitar senha para liberar a transação. Isso é possível porque a maior parte da população desses países éde classe A e B e tem aparelhos mais completos e modernos, que permitem esse tipo de serviço”.
Já em países em desenvolvimento, como África e Argentina, a opção é pelo pagamento via SMS. “Em países onde a maior parte da população é de classe D e E, os aparelhos são mais simples, o que não significa que não há potencial para o mobile payment se disseminar. Já é comprovado que, até como medida parareduzir os gastos com ligações, grande parte das pessoas está acostumada a trocar mensagens via SMS. Se o pagamento puder ser feito dessa forma, não há dúvida de que muita gente vai querer experimentar”, afirma o consultor.
http://www2.rj.sebrae.com.br/boletim/mobile-payment-falta-de-acordo-entre-bancos-e-operadoras-dificulta-servico/
Hoje, os pagamentos móveis realizados no Brasil são pelo SMS,onde, cliente e comerciante, enviam e recebem uma mensagem textual do banco, para concluir as transações. Já o sistema NFC, que realiza o pagamento por leitura óptica da tela dos celulares, ainda está em fase de testes, como é a solução Visa payWave.
http://www.ipnews.com.br/telefoniaip/index.php?option=com_content&id=17764&task=view

Existem três formas de pagamento: pré, pós e emtempo real. Os pagamentos pré-pagos implicam em acordos com determinadas companhias que oferecem os serviços e solicitam um depósito de onde serão debitados seus pagamentos. O sistema pós-pago funciona como a fatura de um cartão de crédito: o comprador utiliza os serviços dentro do limite pré-aprovado e recebe uma fatura no fim do período determinado. Já no sistema em tempo real, basta efetuar o...
tracking img