Mmpi-2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7584 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INVENTÁRIO MULTIFÁSICO DE PERSONALIDADE DE MINNESOTA – 2

1. INTRODUÇÃO

1. PROPÓSITO DO MMPI – 2

O Inventário Multifásico de Personalidade de Minnesota (Mmpi-2) é um teste de amplo espectro desenhado para avaliar um grande número de padrões de personalidade e transtornos emocionais. Pode ser aplicado individualmente ou em grupo. É necessária uma compreensão da leitura de nívelprimário assim como um nível satisfatório de cooperação e compromisso para se responder ao questionário completo. O teste proporciona controlos internos para o caso de estes requisitos básicos não serem satisfeitos. O MMPI-2 proporciona scores objectivos e perfis determinados, a partir de escalas nacionais bem documentadas. Os resultados de anos de investigação acerca das escalas que compõem o MMPI edos seus padrões de inter-relação, estão disponíveis de forma a guiar a interpretação das pontuações do MMPI-2. A literatura sobre a investigação do MMPI proporciona dados abundantes sobre o modo como o MMPI-2 pode ser aplicado, em inúmeros campos de avaliação.

2. DESENVOLVIMENTO DO MMPI ORIGINAL

O questionário foi desenvolvido por Hathaway e McKinley, no Hospital da Universidade doMinnesota com grupos de não-pacientes, isto é, sujeitos que não precisavam de cuidados médicos, mas que estavam no hospital para acompanhar amigos ou parentes. Disponibilizaram-se em regime de voluntariado, para fazer o teste, ocupando assim o seu tempo de espera.

Estes não-pacientes eram representativos da população adulta do estado do Minnesota durante os anos 30: sendo a maioria casada, com idadesentre os 16 e os 65 anos (idade média de 30 e poucos anos), viviam em pequenas cidades ou áreas rurais e com um nível de escolarização correspondente ao 8ºano.

Hathaway e McKinley começaram a trabalhar neste teste, em finais de 1930, com ajuda financeira da Universidade do Minnesota. Os autores obtiveram ideias para os potenciais itens a partir de muitas fontes: numerosos textos de entrevistaspsiquiátricas e diagnóstico diferencial, atitudes sociais e emocionais e procedimentos de personalidade. Em 1940 publicaram o seu primeiro artigo sobre o questionário, onde resumiam os passos que seguiram para escrever e editar os itens do Minnesota Personality Schedule. Cada item foi escrito em forma de declaração de alguma experiência pessoal, crença, atitude ou interesse.

Os autoresdesenvolveram um conjunto de mais de 1000 potenciais itens, mas, ao eliminar os muito semelhantes e os que estavam mal redigidos, reduziram o conjunto para 504 itens. Cada frase foi corrigida gramaticalmente para evitar a impressão de fingimento, exame formal ou interrogatório. Posteriormente, muitas dessas frases, referidas a contratempos, desconforto e mesmo experiências raras, foram reformuladas emforma de itens negativos para evitar a probabilidade de um padrão uniforme de respostas a “verdadeiro”.

O conteúdo dos itens originais reflectia as categorias de transtornos psiquiátricos médicos e neurológicos em que os investigadores estavam interessados. Depois de um trabalho preliminar considerável com a lista, Hathaway e McKinley adicionaram novos itens para cobrir as características dopapel do género e um estilo defensivo de auto-apresentação. Estas adições mudaram o número de itens para 550 (algumas versões do MMPI incluem a duplicação de 16 itens para facilitar a correcção mecânica disponível nessa época, o qual convertia o número total de itens em 556).

A primeira escala desenvolvida para o MMPI baseou-se num contraste sistemático entre as respostas dadas no teste pelo grupode pacientes neuróticos, que manifestavam um transtorno hipocondríaco, e as respostas dadas pelo grupo de não-pacientes. Os itens que foram respondidos de forma diferente por estes dois grupos (num grau estatisticamente significativo) foram identificados e combinados numa escala preliminar de Hipocondria. Foi então reconhecida uma amostra adicional de neuróticos hipocondríacos e a escala...
tracking img