Mkt de beers

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1508 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPA

INTRODUÇÃO

Breve história da marca “Shanghai Tang”
A ideia do criador da marca, David Tang, era a criação de um novo estilo de vida que fosse capaz de reintroduzir a estética tradicional chinesa num novo target/novos consumidores.
David Tang, queria ser o primeiro a conseguir criar uma marca que encarnasse tudo aquilo que ele mais admirava na cultura dos ante passados chineses quetinha ficado esquecida – a mistura perfeita seria o passado com o presente, o antigo com a modernidade, o que outrora fez história na China e o que poderá ainda vir a fazer. Baseou-se principalmente na Arte Decorativa de Shanghai dos anos 30, quando esta cidade era considerada “a pérola do Oriente”.
Foi no mês de Agosto do ano de 1994, que a visão de David Tang foi realizada – abriu a primeiraloja em Hong Kong. Os clientes podiam adquirir na sua loja artigos como: álbuns fotográficos, relógios, roupas de cama, vestimentas tradicionais chinesas como o qipao, entre outros - tudo isto numa só loja. Os artigos da loja, tinham etiquetas “Made by Chinese” (traduzido à letra: feito por chinês) ou seja não era só o facto de ter sido fabricado na China mas por um natural chinês, a tal marca datradicionalidade.
Um ano depois da abertura da primeira loja, a companhia suíça Richemont produtora de marcas como a Cartier, Montblanc ou até mesmo a marca Chloe, passou a ser uma das maiores accionista da Shanghai Tang – foi pago a David Tang cerca de 13 Milhões de dólares por 40% da empresa, sendo a Richemont responsável por artigos como joalharia, relógios, materiais de escrita, artigos depele entre outros dentro do tema “luxo”. Com esta acção da empresa suíça Richemont, a Shanghai Tang, obteve algo que nunca tinha sido alcançado por uma marca de fabrico de roupa chinesa – ter por detrás apoio financeiro e simbólico de uma marca de luxo Europeia.
Dizia inclusive, David Tang:

A marca começou a expandir e a planear inclusive abrir portas em Nova Iorque, Londres e em cidadesAsiáticas, sendo os Estados Unidos o seu principal ponto de foco. Começou-se a ver em programas americanos como “Oprah”, celebridades a dar voga à marca Shangai Tang, quando Sarah Fergunson foi ao programa de Oprah Winfrey entregar-lhe pijamas de seda com criados por David Tang
Mais uma loja aberta, desta vez em Madison Square. Esta loja durou apenas 19 meses aberta, dando um passo maior que a suaprópria perna, foi este o resultado se obteve neste local, em Julho de 1999, passando para um local mais modesto e mais pequeno relativamente ao inicial. As razões principais para o fecho desta loja foram muitos simples: a marca Shangai Tang subestimou o interesse do povo Americano em adquirir produtos chineses, em termos de estilo, não se enquadrava muito bem com o povo americano, era incoerentepara os americanos apresentar na mesma loja um estilo pré-revolucionario com um estilo revolucionário, por fim, os preços não eram os mais modestos, e os americanos tinham em Chinatown, produtos idênticos a preços relativamente mais acessíveis, ou seja, em termos de concorrência era muito elevada e entre a “novidade dispendiosa” e o “conhecido barato e acessível” , os americanos optaram pelasegunda opção.

Uma nova direcção
Liderança
Independentemente das falhas no mercado de retalho americano, a parceria com a marca Richemont foi mantida. No ano de 2001, Raphael le Masne de Chermont foi recrutado de outra marca da Richemont - Piaget – para redireccionar a marca Shanghai Tang. Raphael constrastava com o estilo de liderança da Tang, e acabou por transformar a marca que misturavadois estilos completamente distintos, numa marca baseada no passado mas principalmente focada no futuro e no modernismo. A multiculturalidade que se envolveu na marca, foi muito importante para o seu desenvolvimento: Tang de Hong Kong, Raphael de França, Joanne Ooi (directora criativa) da América e uma directora de Marketing (Camilla Hammar) da Suécia – para eles o cerne da questão era aproveitar...
tracking img