Mito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3418 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
* Mito
* Definição do Mito
* Necessidade do Mito
* Características do Mito
* Tipos de Mito
* Como a Psicologia vê o mito?
* A importância dos mitos para psicologia

Mito (do grego antigo μυθος, translit. "mithós")

Um mito pode ser descrito de várias maneiras: uma lenda, um conto de fadas ou folclores. Eles são contos tradicionais, freqüentementede natureza simbólica, sobre certa pessoa ou lugar. Suas origens são de tempos passados e eles podem ter evoluído e alterado de geração para geração.Às vezes eles tratam de deuses e deusas, como na mitologia grega e romana, e às vezes eles tratam de figuras lendárias da história de uma nação.Os mitos são tradicionais. Eles podem ser confortantes ou conter uma mensagem moral e às vezes podem serassustadores. Os mitos podem ter evoluído de eventos, lugares ou pessoas reais, ou podem ser meras invenções. |
|
|
O mito é o nada que é tudo.
O mesmo sol que abre os céus
É um mito brilhante e mudo. |
|
O mito apesar de ser um conceito não definido de modo preciso e unânime, constitui uma realidade antropológica fundamental, pois ele não só representa uma explicação sobre as origensdo homem e do mundo em que vive, como traduz por símbolos ricos de significado o modo como um povo ou civilização entende e interpreta a existência. 
Mito é uma narrativa tradicional de conteúdo religioso, que procura explicar os principais acontecimentos da vida por meio do sobrenatural.

Definição de Mito

Segundo Mircea Eliade, a tentativa de definir mito é a seguinte, “o mito é umarealidade cultural extremamente complexa, que pode ser abordada e interpretada em perspectivas múltiplas e complementares....o mito conta uma história sagrada, relata um acontecimento que teve lugar no tempo primordial, o tempo fabuloso dos começos...o mito conta graças aos feitos dos seres sobrenaturais, uma realidade que passou a existir, quer seja uma realidade tetal, o Cosmos, quer apenas umfragmento, uma ilha, uma espécie vegetal, um comportamento humano, é sempre portanto uma narração de uma criação, descreve-se como uma coisa foi produzida, como começou a existir...”
Ainda segundo Mircea Eliade, “o mito é considerado como uma história sagrada, e portanto uma história verdadeira, porque se refere sempre a realidades. O mito cosmogónico é verdadeiro porque a existência do mundo estáaí para o provar, o mito da origem da morte é também verdadeiro porque a mortalidade do homem prova-o...e pelo facto de o mito relatar as gestas dos seres sobrenaturais e manifestações dos seus poderes sagrados, ele torna-se o modelo exemplar de todas as actividades humanas significativas”.

A Nessecidade do Mito

Muitas histórias mitológicas conservam-se na mente das pessoas, dando umacerta, perspectiva daquilo que acontecia em suas vidas.
Aquilo que os seres humanos têm em comum revela-se no mito. Segundo Campbell, eles são histórias da nossa vida, da nossa busca da verdade, da busca do sentido de estarmos vivos. Os mitos são pistas para as potencialidades espirituais da vida humana, daquilo que somos capazes de conhecer e experimentar interiormente. O mito é o relato aexperiência da vida. Eles ensinam que nós podemos voltar-nos para dentro.
Assim sendo os mitos têm como tema principal e fundamental que é a busca da espiritualidade interior de cada um de nós.
“Os mitos estão perto do inconsciente colectivo e por isso são infinitos na sua revelação”.

As Características do Mito

A narração mitológica envolve basicamente acontecimentos supostos, relativos aépocas primordiais, ocorridos antes do surgimento dos homens (história dos deuses) ou com os "primeiros" homens (história ancestral). O verdadeiro objecto do mito, contudo, não são os deuses nem os ancestrais, mas a apresentação de um conjunto de ocorrências fabulosas com que se procura dar sentido ao mundo. O mito aparece e funciona como mediação simbólica entre o sagrado e o profano, condição...
tracking img