Mito e lenda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Qual é diferença entre mito e lenda?
R: Existem muitas diferenças em relação a mito e lenda e algumas até deixam no ar a curiosa identificação. Uma lenda é um fato que pode ter ocorrido ou que foi inventado a muito tempo atrás, enquanto mitos são mistificações das lendas, podem ter existido, ou existem e são admirados por todos.
2. Explique e dê exemplos: O mito para o primitivo abrange atotalidade do real?
R: Negar o mito é dizer não a uma das formas fundamentais da existência humana. Consoante o entendimento da maioria dos filósofos antigos e até mesmo uma grande corrente moderna, o mito é a primeira forma de se dar significado ao mundo, fundada na vontade de o homem se sentir seguro, de investigar novos caminhos imaginários. O que há de se inferir quando uma criança encarna aideia do super-herói por meio dos meios de comunicação (filmes, revistas em quadrinhos etc.)? Sem dúvida, é a premissa da percepção do mito revelando-se, ainda que de forma nascitura, consubstanciando uma perspectiva de proteção e motivação imaginária.
3. Faça um paralelo entre: mito/ciência; rito/técnica.
O mito procura explicar os principais acontecimentos da vida, os fenômenos naturais, asorigens do Mundo e do Homem por meio de deuses, semideuses e heróis (todas elas são criaturas sobrenaturais). A CIÊNCIA: É o conhecimento buscado de forma objetiva através do método científico. Baseia-se na indagação da realidade, dos questionamentos, das perguntas e das respostas para determinados assuntos. A ciência desconfia da veracidade de nossas certezas, de nossa adesão imediata às coisas, daausência de crítica e da falta de curiosidade. A Ciência duvida do senso comum e a pesquisa é o seu instrumento para provar se aquilo é o que parece ser. Para a ciência não há verdades absolutas. Mito é uma primeira tentativa de explicar a realidade. TÉCNICA: É o procedimento ou o conjunto de procedimentos que têm como objetivo obter um determinado resultado, seja no campo da Ciência, daTecnologia, das Artes ou em outra atividade.
Estes procedimentos não excluem a criatividade como fator importante da técnica, como os conhecimentos técnicos e a capacidade de improvisação.

4. Como é a consciência de si do homem primitivo?
R: Quando o homem toma consciência de sua superioridade para com os outros animais, e também para com seus semelhantes, nasce nele o sentimento do orgulho. E quandoele volta o olhar para si próprio, e compara-se com os outros animais, que descobre o espírito de competição. O homem antes não competia, graças à abundância de alimentos e o fato de não ser ameaçado por outros. Mas com o crescimento da população e o início da relação entre os indivíduos, nasce a inevitável diferença entre as alternativas de ação de cada um. E aquele que tinha mais êxito nas açõesimportantes para sobreviver, como caçar, ser ágil, ser forte, consegue colocar-se dentro do âmbito social em uma escala gradativa. Com estas relações, o homem pôde perceber que algumas vezes era necessária a assistência do semelhante para melhor resultado em algumas realizações. O indivíduo, de acordo com sua atividade, adquire certa importância social. Alguns são melhores caçadores, outrosconseguem lenha e fogo com mais facilidade e outros ainda são mais aptos a construir as cabanas. De Início as associações foram familiares, depois formaram tribos, onde estavam presentes Indivíduos com vários graus de parentesco.
5. Quais são as fases na evolução da religião?
R: A primeira fase é caracterizada pela multiplicidade de deuses momentâneos, assim chamados porque não perduram além domomento.
Na segunda fase, há uma descoberta do sentimento da individualidade do divino, dos elementos pessoais do sagrado.
“A terceira fase caracteriza-se pelo aparecimento do deus” pessoa.
6. Qual a função da razão diante do mito?
R: A realidade espelha a imagem, gerando a relação do ser com o real. No espaço da imaginação, a realidade é um ogro onde transita o duplo, apontado como semelhança...
tracking img