Mito e filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1703 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de 1º semestre do curso de História.
[pic]























































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4

4 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8


INTRODUÇÃO



No trabalho a seguir relatará as origens do mito e também dafilosofia. Será discutida a ligação entre mitologia e filosofia e as influências de uma sobre a outra. E também será apresentado alguns mitos que regeram civilizações antigas e que de certa forma ainda regem.
Este trabalho busca explicar, ou discutir, as muitas formas que os mitos antigos têm nos guiado e nos influenciado através de suas respostas tão imperativas, porém sem margem para reflexãoou indagação. Isso fez com a Filosofia nascesse através das indagações de pessoas que não conseguiam acreditar totalmente na veracidade dos mitos e na sua lógica inexistente.
Esses e outros relatos serão tratados no trabalho a seguir.





DESENVOLVIMENTO



Com a decadência da mitologia, quando o mito deixou de explicar efetivamente a realidade que envolve o ser humano, osgregos passaram a procurar outras explicações mais racionais. Assim como o professor Guilherme C. Bordonal: “... o nascimento da filosofia só foi possível devido a esse território político que por meio de intensos debates e exercícios retóricos provocou um apuramento peculiar da linguagem fornecendo subsídios intelectuais para a prática da filosofia. Para isso havia os filósofos sofistas queprocuravam procurar métodos capazes de organizar seus discursos para se obter um maior poder de convencimento. Logo, a queda da mitologia grega e um território de linguagem favorável para a especulação de novas possibilidades sobre a vida foram os dois principais elementos para o surgimento da filosofia.”
Alguns fundamentos da filosofia podem ser destacados, como por exemplo, a admiração ou espanto poralgo, assim como uma criança, e logo vem o rigor do pensamento e da exatidão nessas respostas, tendo sempre em mente que a filosofia busca entender tudo a sua volta e o que está relacionado à realidade humana. É libertar-se da ideologia dominante, construir o pensamento crítico, refletir sobre a realidade, não aceitar o que está posto – sem questionar-se, sem procurar ‘ler a entrelinha’, é pensar opróprio pensamento. Por isso podemos dizer que filosofia é o desenvolvimento da capacidade de pensar o próprio pensamento. (João V. H. Ferreira, 2009)
A filosofia veio desnudar as realidades mitológicas dando-lhas algumas explicações. O mito pode ser compreendido como a primeira forma de explicação que o homem tem para os fenômenos que contempla para as realidades em que se encontra e,cujas respostas, ele desconhece (João V. H. Ferreira, 2009). Os mitos não explicam, mas respondem as perguntas que sempre permearam o pensamento humano desde seu surgimento.
Muitas civilizações construíram mitos que ainda temos acesso, como os egípcios, gregos, romanos e tantos outros. Vou destacar os mitos de duas civilizações que nos fascinam com seus mitos e lendas que insiram ainda oimaginário do homem moderno. Como falam os autores Philip Wilkinson e Neil Philip: “Os mitos são histórias sagradas sobre as grandes questões da vida e da morte, mas também estão presos à estrutura social e aos valores de uma sociedade, suas idéias sobre a família, o relacionamento entre os sexos, a lei e a ordem, e abordam ainda a culinária, a caça e a agricultura.”
Uma dessas civilizações quemais mantém seus mitos é a China, ela tem um vastíssimo acervo de suas mitologias. Segundo os autores Wilkinson e Philip o mito da criação segundo os chineses se dá da seguinte forma:
Por milhares de anos Pan Gu, o criador, dormiu, economizando forças para o trabalho da criação. Ao despertar, olhou para tudo e zangou-se com o caos e a desordem dos elementos ao seu redor. Com raiva,...
tracking img