Mito, metafisica, ciencia e verdade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (625 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento
“ A preocupação com o conhecimento não é novo”.(p.13)
Todos desenvolvem o saber naturalmente, mas através das imposições, temos a necessidade de aprender outras formas de saber.
Com aformação do conhecimento somente os gregos tiveram isso. Eles desenvolveram um tipo de reflexão.
“__ a intuição que se destacou pela possibilidade de gerar teorias unitárias sobre anatureza”...(p.13).
“Um tipo de saber adquirido pelos “olhos do espíritos”...(p.13)
São diferenças do conhecimento prático e teórico, um ligado ao trabalho e outro o saber, “cabeça e mão” (p.14).
O trabalho práticoera considerado inferior ao teórico na classe social. O teórico tinha mais prestígio, status. E o prático que era executado por escravos para senhores.
Utilizando a intuição como pensamento superior,“segundo Platão o primeiro filósofo”que desenvolveu o conhecimento certo e verdadeiro.
“ Para Platão o mundo sensível está em constante mudança...”(p.14). Apesar de muitas mudanças é difícil acreditarem razões óbvias.
O recurso metodológico e filosófico para solução esteja presente no ato do tempo, “é a sua essência”. “Para Platão, a essência da coisa está em sua Forma ou Idéia”.(p.14)
A idéia épuramente intelectual, as copias são imperfeitas das idéias e formas, já que coisa perfeita, se muda, é para pior. Com a mudança afasta-se cada vez mais a coisa de sua natureza.
“ Foi na escolaplatônica, a Academia, que se desenvolveu a Dialética e, mais tarde, o conhecimento aristotélico”(p.14).
A dialética foi de extrema importância na história do pensamento. É realizada num diálago, é ummétodo de aproximações contínuas. “Este método, diria Popper, elimina as teorias que não suportam a prova”(p.14).
“ Enquanto Platão ensinava que só podemos conhecer as Formas ou Idéias e não propriamenteas coisas...(p.15). A existência das Formas- que para Platão eram eternas, é para Aristóteles, uma “realidade materializada”...(p.15)
“Temos, enfim, a contribuição dos gregos para o...
tracking img