Missoes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1197 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Texto: Mt 9. 36-38; João 4. 34-38; Atos 4. 7-13; 18-20
Assunto: Missões
Titulo:

Mandaram trazer Pedro e João diante deles e começaram a interrogá-los: “Com que poder ou em nome de quem vocês fizeram isso?” Então Pedro, cheio do Espírito Santo, disse-lhes: “Autoridades e líderes do povo! Visto que hoje somos chamados para prestar contas de um ato de bondade em favor de um aleijado, sendointerrogados acerca de como ele foi curado, saibam os senhores e todo o povo de Israel que por meio do nome de Jesus Cristo, o Nazareno, a quem os senhores crucificaram, mas a quem Deus ressuscitou dos mortos, este homem está aí curado diante dos senhores.

Este Jesus é “‘a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular’.
Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixodo céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos”.

Vendo a coragem de Pedro e de João,m e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. Então, chamando-os novamente, ordenaram-lhes que não falassem nem ensinassem em nome de Jesus. Mas Pedro e João responderam: “Julguem os senhores mesmos se éjusto aos olhos de Deus obedecer aos senhores e não a Deus. Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos”. Atos 4. 7-13; 18-20.


1. A significância de insignificância

“e percebendo que eram homens comuns e sem instrução...”



2. A significância de relacionamentos:
reconheceram que eles haviam estado com Jesus.


3. A significância do Espirito de DeusVendo a coragem de Pedro e de João ..... Com que poder ou em nome de quem vocês fizeram isso?”... Então Pedro, cheio do Espírito Santo, disse-lhes....


1. A Significância de insignificância

“...e percebendo que eram homens comuns e sem instrução..”




Os discipulos eram homens comuns.
Para poder ser um pescador de homens, como os discipulos, não é necessário ter
um perfilintelectual, ser de realizações impressionantes, ter vantagem ou destaque
social.
Para as autoridades religosas, os discípulos eram homens sem cultura, sem um nivel de
escolaridade aceitável, muito parecido, com seu Mestre.

Não havia aparentemente nenhum gênio, talento, habilidade natural ou realização
sua que distinguiram estes homens.

O destaque maior deles, era sua falta destas marcas.
Umdo meio do grupo, era rude, volúvel,rápido para falar e lento para pensar. Jesus
até fez este o líder designado de todos.
Um outro era afetivo e pensativo; outros eram desconfiados, pessimista, fofoqueiro, covarde,
bravo e outro silencioso.

As Escrituras nos confirmam que embora Deus pode e tem usado pessoas com habilidades e pessoais extraordinárias, a preferência dEle é por escolher ascoisas tolas do mundo, as pessoas fracas, desprezadas, as pessoas que nem são notadas... para anular, para calar as que pesnsam que são alguma coisa. I Cor. 1.26-29.

E assim com os discípulos
Os servos do Senhor, eram principalmente homens sem realizações de destaque, até que o Senhor pegou neles.

Aplicação:
• Como você tem olhado para si em termos de seu passado, seu nivel de estudo,suas habilidades?
• Você está em paz sobre sua origem humilide?
• Você tem reconhecido a sua origem como inferior,
• Voce se acha desqualificado para ser um grande pescador de homens baseado em quem é você?
Amem! Pois são justamente o tipo de pessoas que Deus usa.


4. A significância de relacionamentos:
“Reconheceram que eles haviam estado com Jesus.”

Há um valor significativonas conexôes entre Jesus e os 12 discípulos, nos relacionamentos sociais entre eles.

Considere isso:
• Há pelo menos dois pares de irmãos entre os discipulos
André e Pedro eram filhos de Jona, João e Tiago eram filhos de Zebedeu.
• Todos estes 4 trabalharam como pescadores na região de Cafernaum – Beteseda.
• Tiago o menor e Mateus possívelmente eram irmãos pois cada um...
tracking img