Missao - trabalho de um aluno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1536 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Sociologia – Resumos Módulo V
As desigualdades sociais
As classes sociais
Desigualdades sociais - São um fenómeno indissociável do funcionamento das sociedades.
As sociedades reproduzem e produzem desigualdades sociais
Classes sociais
Designa uma categoria social cujos individuos possuem recursos ou capitais (económico, social, cultural e simbólico), desenvolvendo assim práticas erepresentações sociais comuns entre eles, desenvolvem assim afinidades.

Mal nascemos, herdamos para além de um pratrimónio genético, um determinado lugar de classe social. As classes sociais são, por isso, um poderoso lugar de socialização e um contexto onde aprendemos premanentemente – um conjunto de normas, valores comportamento, maneiras de agir, pensar e sentir que condicionam a nossaexistência material e simbólica – ou seja, quer as condições objectivas de vida (alimentação, vestuário, habitação, etc)

Classe social – Motor de constrangimentos e possibilidades desigualmente repartidos

Desenvolvemos uma certa consciência de pertença a uma classe, o que está na origem, frequentemente, de conflitos de classe (mais favorecidas vs menos favorecidas).

Estrutura de classes mostracariz relacional das posições sociais (umas definem-se em relação às outras)
Por exemplo: Assalariado só existe se existir empresário, com interesses contraditórios
Conjunto de posições sociais em relação forma o espaço social.

Critérios de estratificação
* Riqueza
* Rendimento
* Prestígio
* Grau de Instrução
* Profissão
* Etnica
* Género
* Idade

PierreBourdieu
* Capital Económico - Aquisição de bens e rendimentos
* Capital Cultural – Nível de escolaridade e qualificação profissional
* Capital Social - Relações sociais ‘proveitosas’ e influência no meio social
* Capital Simbólico - Prestígio social, honra, auto-estima
Bourdieu não deixa de referir que os grandes principios de diferenciação social residem no capital económico e capitalcultural.

CAPITAL ATRAI CAPITAL, mas também a falta de recursos numa determinada dimensão acarreta, por acumulação e reprodução, escassez de recursos noutra dimensão (quem tem capital económico poderá, com didáticos e dispositivos pedagógicos, como escolhendo a escola, organizando tempos livres, computadores e outras tecnologias, etc).
Leva-nos a referir que os mais abonados em capitalsocial podem daí tirar proveitos em capital económico, já que a extensa rede de relações sociais em que se movimentam lhes permite conhecer “as pessoas certas nos lugares certos”.

A mobilidade social
É fundamental considerar-se, na análise das classes sociais, a trajectória social (os lugares de classe que um agente social vai ocupando ao longo da sua vida) e o projecto de vida.
Mobilidade social* Mobilidade ascendente (passa para uma classe social acima)
* Mobilidade descendente (passa para uma classe social mais baixa)
* Mobilidade imóvel ou horizontal (mantém a classe social)
* Mobilidade Intergeracional (duas gerações)
* Mobilidade Intrageracional (trajectória do individuo)
Numa sociedade onde não exista mobilidade social, os estatutos são essencialmenteatribuídos; numa sociedade onde exista mobilidade social, os estatutos são essencialmente adquiridos - mérito e talento.

Realidade portuguesa
* Diminuição dos trabalhadores na agricultura e pesca
* Decréscimo dos trabalhadores industriais
* Aumento significativo de profissões intelectuais, científicas e técnicas (administrativos, directores e quadros dirigentes)
Originou - Nova ClasseMédia

Factores que contribuíram para o aparecimento de Novas Classes Médias
* Processo de urbanização (aumento nº cidades)
* Terciarização (aumento do sector dos serviços e comércio)
* Melhoria dos níveis de escolaridade

Mobilidade social estrutural muito relacionada com as diferenças dos níveis de escolaridade entre gerações.

Realidade portuguesa – Sociedade dual
*...
tracking img