Miriam

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2185 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fibras naturais: cocô e algodão
Cocô
A fibra de coco, principal resíduo gerado pelo processamento industrial do fruto do coqueiro(Cocos nucifera), é cumumente utilizada para a confecção de cordas, escovas, tapetes, estofamentos automotivos, etc. No cenário brasileiro, as fibras de coco se destacam por apresentarem por apresentarem alta disponibilidade no país (ainda pouco aproveitado, cerca desete mil toneladas de fibra perante os dois milhões de toneladas produzidas anualmente), baixo custo e propriedades físico-químicas adequadas à confecção de compósitos.A produção é concentrada nos estados do Nordeste, principalmente, Bahia, Pernambuco e Sergipe.
O segmento do beneficiamento da casca do coco é a segunda atividade em importância sócio-econômica do coqueiro, precedida doprocessamento da polpa do fruto, que tem seus subprodutos amplamente consumidos pela indústria alimentícia e de cosméticos.
Um cocô fornece, em média, 70 gramas de fibra (Gomes, 1989) extraídas do mesocarpo da fruta, sendo que da etapa de desfibramento, somente 25% da casca é revertida em fibras multidimensionais aproveitáveis, sendo os restantes 75% não comercializados denominados resíduos. Essesresíduos constituem-se principalmente de fibras de comprimento reduzido e pó de coco, e têm sido utilizados experimentalmente como adubo.
Segundo dados de um fabricante de Igarassú, Pernambuco, o preço da fibra de coco no Brasil varia de US$0,25 a US$1,00, o quilo, dependendo do comprimento das fibras. O resíduo gerado no processamento de fibras longas, por exemplo, consiste de fibras curtas decomprimento entre 1 e 3 cm e pode custar US$270 a tonelada (SAVASTANO, 1997).O desfibramento do coco no Brasil, ainda é bastante rudimentar. Existem apenas 2 indústrias no Sergipe e uma usina experimental no Pará que apresentam uma iniciativa sensivelmente diferente dos sistemas agroindustriais convencionais. Savastano Jr. Et al. (1997) reportaram a realização de visitas técnicas em 1997, para análise doprocesso de cultivo, extração, beneficiamento e industrialização de fibras vegetais, tendo em vista a respectiva identificação de resíduos gerados.
No caso da fibra de coco, Pernambuco, Sergipe, Ceará e interior de São Paulo foram os locais com predomínio da produção de coco(Cocos nucifera) e processamento da fibra extraída do fruto.
A agroindústria brasileira dessa fibra, com produção deartigos têxteis superior a 5,4 mil toneladas em 1995 (Textília, 1996), pode originar fibras de 1 a 3cm (comprimento ideal par distribuição homogênea de matrizes cimentícias), hoje pouco direcionadas a outras aplicações. É notória a ociosidade da capacidade instalada de produção de fibras, com fábricas paradas ou trabalhando com menos da metade de seu potencial produtivo. Além disso, característicasmicroestruturais justificam a superioridade da fibra de coco, no que se refere à durabilidade em meios alcalinos.
A fibra de coco possui formato cilíndrico e com pontuações superficiais, que auxiliam na ancoragem da fibra nas matrizes reforçadas; além disso, constata-se a existência de estrutura fechada, em que células individuais ficam protegidas internamente.
O beneficiamento da fibra de cocoobedece basicamente às seguintes etapas:
-Colheita e separação da noz: Os cocos são recebidos e passam por um processo manual de separação da noz do coco( endocarpo + albúmen), no qual o coco inteiro é pressionado contra uma lâmina de formato oval cravada no chão, separando-se a noz da parte fibrosa(mesocarpo). As nozes são vendidas no mercado local e as cascas vão para os tanques de maceração.-Maceração: A maceração é um processo de origem biológica e consiste na deposição das cascas em tanques com água para que a própria fermentação espontânea da matéria vegetal auxilie a liberação dos feixes fibrosos. A maceração dura de 4 a 12 semanas, dependendo de fatores químicos e físicos como pH e temperatura da água.
-Desfibramento: Após o período de maceração, as cascas são introduzidas...
tracking img