Mioma

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1564 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MIOMA SUB-MUCOSO

Diogenes Carvalho da Silva

INTRODUÇÃO:
O objetivo deste trabalho é , uma vez estabelecidas as várias formas anatomo-clínicas da leiomiomatose uterina e suas manifestações ,destacar a vídeo-histeroscopia como método diagnóstico de eleição no mioma submucoso , e a correlação dos achados do CEVESP (Centro de Vídeo-endoscopia São Paulo) com o encontrado na literatura.DEFINIÇÃO e HISTOGÊNESE
Mioma ( Leiomioma, Escleroma, Fibroma, Fibromioma, Fibroleiomioma, Rabdomioma ) é um tumor de origem ainda discutível desde o século passado,atribuida ao mesoderma (a partir de células mesenquimais que habitam o miométrio em estado embrionário)1 ou originado de focos de miogênese do estroma endometrial, segundo Bird & Willis.
Mayer em 1907 desenvolveu sua teoria mediante oachado de células musculares imaturas no miométrio. Miller e Ludovici a confirmaram através de estudo biocitoquimico em cultura de tecido muscular. Em 1965 com Linder e Gartler, surgiu a teoria unicelular para a origem da patologia, o que foi corroborada por estudos de Towsend e col. a que atribuiram um melhor prognóstico em relação ao tratamento cirúrgico, apesar de sua origem mesenquimalindiferenciada.

CARACTERÍSTICAS:

Tem característica firme, fibrosa e conteúdo habitual de fibras colágenas que acomete , na quase totalidade dos casos, a musculatura lisa do utero.
Pode ser único ou múltiplo , pediculado ou séssil e com dimensões variadas.
É bem delimitado da musculatura circunjacente devido a uma pseudo-cápsula de tecido areolar frouxo que torna-se revestida de tecido endometrialou peritoneal,de acordo com a sua localização na topografia uterina e adjacências.

LOCALIZAÇÃO:

Quanto a localização o corpo uterino é a sede mais freqüente da patologia, sendo raro o acometimento cervical (2%). Quando assim ocorre, geralmente encarcera na pelvis durante o seu crescimento , levando a compressão dolorosa e a colpocervicite de repetição. O corpo uterino sedia 91 % , enquanto oistmo cursa com 7% desta patologia.
O leiomioma de vagina e raríssimo , estimando-se em 250 casos relatados de 1733 (Denneys)2 até 1994. Origina-se da camada submucosa da parede vaginal e com maior frequência no septo retovaginal. Tem crescimento lento e seu diagnóstico geralmente ocorre após 40 anos de idade.

INCIDÊNCIA:

É a neoplasia benigna mais comum que acomete 20% das mulheres commais de 30 anos(3). A incidência mais elevada é na raça negra,em nulíparas e com maior prevalência em torno de 45 anos,porém , é imprecisa devido aos pequenos tumores assintomáticos indetectáveis ao exame ginecológico e ao crescimento lento.

Cursa geralmente com formas patogênicas relacionadas ao hiperestrogenismo como: ovários micropolicisticos com corposamarelos, ciclo unifásico,hiperplasia endometrial, citologia vaginal hiperestrogênica, hiperestrogenúria, etc...
Sua gênese,portanto,compreende a pré-disposicão hereditária e o estímulo estrogênico contínuo, o que explica o seu surgimento no menacme; seu crescimento sob terapia hormonal e na gravidez; sua associação a patologias estrogenio-dependentes como a endometriose;adenomiose;hiperplasia endometrial; polipo uterino;mastopatias , e ainda a sua regressão pós-menopausa.
Sua freqüência 3 vêzes maior em negras é atribuida ao sinergismo do estrogênio com o hormônio do crescimento (GH) que tem resposta metabólica mais elevada nesta raça.
Na gestação o GH declina ,mas, o hormônio lactogênio placentário (HPL), com atividade biológica semelhante ao estrogênio, tende a aumentar após o 4º mês favorecendo assim o seudesenvolvimento.

ACHADOS HISTOLÓGICOS:

Histologicamente é composto de células musculares fusiformes entrelaçadas, de tamanho uniforme e quantidade variável de tecido conjuntivo que lhe dá o aspecto branco-nacarado e a textura endurecida.
Raramente é encontrado nas seguintes variantes:

Leiomioma infiltrante: é a extensão do nódulo além dos limites do útero, com invasão para estruturas contíguas,...
tracking img