Mio sjf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2170 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1) Brasil Colonial
http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-170104303-biblioteca-concurso-instituto-rio-branco-itamaraty-diplomata-_JM
http://www.cliohistoria.110mb.com/biblioteca/guia.html
2) Raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda - Livro que não se refere apenas à Colônia, mas nela localiza o essencial das "raízes do Brasil". A distinção entre colonização espanhola e portuguesa fezescola. (BF)

3) Visão do Paraíso, de Sérgio Buarque de Holanda - Ensaio sobre o imaginário do colonizador, como indica seu subtítulo: os motivos edênicos no descobrimento e na colonização do Brasil. (BF) É a obra mais notável de toda a historiografia brasileira. Tem erudição, reflexão e originalidade ímpares. Por ser tão superlativa, talvez iniba um pouco o leitor. É mais uma obra-prima deSérgio que não conheceu a repercussão merecida e só começou a ter impacto na historiografia brasileira por volta do meado dos anos 80. (LMS) Para além da riqueza e do poder, conquista e colonização do Brasil obedeceram a profundas motivações edênicas. Um verdadeiro show de elegância e erudição. (MF) É o melhor livro do maior historiador brasileiro, pois inaugura o estudo do imaginário doDescobrimento e avança na comparação entre a colonização portuguesa e a espanhola da América, por ele mesmo esboçada em "Raízes do Brasil" (1936). (RF)

4) Formação do Brasil Contemporâneo, de Caio Prado Jr. - Um clássico sobre as linhas gerais da implantação da Colônia, de inspiração marxista, sendo referência importante para estudos posteriores. (BF)  Continua a ser uma síntese magistral da existênciamaterial da Colônia. Quem o consulta, constata invariavelmente a precisão e a seriedade com que seu autor se desincumbiu da tarefa, inclusive da cozinha do ofício. Obra escrita por um marxista, ela poderia ser perfeitamente assinada por um historiador que o não fosse. (ECM) Este livro deu, como logo no início nos alerta o autor, sentido à colonização brasileira e forneceu instrumentos paraimportantes análises estruturais subsequentes. Envelhecido e discutível nas partes sobre sociedade e administração, é argutíssimo ao apontar os canais para a dinamização interna da economia - os circuitos de muares, a pecuária, a economia de subsistência. (LMS) Foi o primeiro a conceber a colonização como sistema e como estrutura, apesar dos vários deslizes na avaliação da questão racial. Ao contráriodo que muitos dizem, percebeu muito bem as articulações econômicas no interior da Colônia. (RV)

5) O Diabo e a Terra de Santa Cruz, de Laura de Mello e Souza - Aproxima-se e ao mesmo distancia-se do livro de Sérgio Buarque de Holanda, "Visão do Paraíso". Fundamental para o conhecimento da religiosidade popular e das chamadas práticas de feitiçaria no Brasil colonial. (BF) O melhor livro deLaura, embora muitos prefiram "Desclassificados do Ouro". Mas é que o Diabo inaugurou a moderna história das mentalidades no Brasil, mostrou as potencialidades das fontes inquisitoriais para a história cultural e entrou fundo no problema da religiosidade, traço essencial da história e da vida no Brasil. (RV)

6) Olinda Restaurada, de Evaldo Cabral de Mello - Trata-se de um estudo sobre operíodo holandês no Brasil. Focaliza os anos 1630-1654, ampliando a compreensão dos interesses envolvidos, ligados ao açúcar, e a natureza da guerra de expulsão. (BF)

7) Portugal e Brasil na Crise do Antigo Sistema Colonial (1777-1808), deFernando A. Novais - Monografia clássica, de inspiração marxista, versando sobre relações entre a colônia e a metrópole, em uma conjuntura decisiva para os rumosda Independência brasileira. (BF) Esta obra retoma a ideia do sentido da colonização de Caio Prado e analisa de forma notável o "sistema colonial", mostrando suas contradições e a necessidade de se entender metrópole e colônia, Europa e Brasil em suas relações dinâmicas. (LMS)  Avançou na tese da colonização moderna como sistema, o que causou muita polêmica. Mas o melhor do livro é a maneira...
tracking img