Minorias psicologicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1148 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
As Minorias  Psicológicas
Problema que Lewin dedica sua atenção após emigrar para os EUA é a Psicologia de seu próprio grupo étnico. Lewin procura encontrar uma interpretação científica para o que sofreu Insegurança e dependência das comunidades que procuram se integrar.
Psicologia das minorias judias, e depois elaboração de uma psicologia dos grupos minoritários.
Apartir destas elaborações que se dedicará a dinâmica dos grupos, campo de experimentação exploração da psicologia social.
Diferenciação entre o sentido de minoria do ponto de vista demográfico e da psicologia. Maioria para demografia é um grupo constituído pela metade mais 1.
As Minorias  Psicológicas
Maioria  Psicológica: quando o grupo dispõe de estruturas de um estatuto e de direitos quelhe permita auto determinar-se no plano do seu coletivo, independente do numero ou da porcentagem de seus membros.
Minoria Psicológica: quando o destino depende da boa vontade de um grupo. Os membros que se percebem com menor, isto é não possuindo direitos totais, ou tento um estatuto completo, se reconhecem num estado de tutela, independente da porcentagem de seus membros em relação ao todo.Maiorias demográficas poder ser minorias psicológicas.
As Minorias  Psicológicas…
Caso da minoria judia – o problema judeu  problema essencialmente social, um  caso típico de minoria não privilegiada ou discriminada. O que existe em comum  entre estes grupos minoritários? Não existem  senão porque são tolerados, sua sobrevivência  coletiva depende da boa vontade das classes privilegiadas.
O antissemitismo cada vez que se manifesta, tem por fundamento, a necessidade para a maioria de um bode expiatório. A ponte entre a minoria e a maioria quem faz é a minoria privilegiada, ela que consegue mobilizar e manipular para seus fins uma massa ou multidão cuja agressão canaliza contra uma minoria rejeitada.
A maioria sempre tem interesse em privar a minoria de todo direito eprivilegiado.
Os Constituintes  das Minorias… 
  As Minorias são constituídas de várias camadas do ponto de vista da sua estrutura: 
1- Ao centro: estão as camadas mais solidificadas, elas compõem-se membros que aderem com a maior boa vontade as instituições, aos costumes, as tradições, e aos sistemas de valores, que distinguem seu grupo dos outros grupos. Identificam-sepositivamente com tudo aquilo que é tipicamente próprio ao seu grupo.  
  2-  As camadas periféricas: longe de serem solidificadas, são moveis e fluidas. São compostas de membros que experimentam um ambivalência marcante em relação tudo que distingue e por isto mesmo isola seu grupo da maioria. São membros marginais das minorias.
Não suportam as barreiras impostas pela maioria mas invejam. Estão ai osminoritários de maior sucesso, aqueles que conseguiram sobressair-se profissionalmente em seu trabalho ou profissão e em conseqüência disto sentem maior atração pela maioria. Liderança recrutada pelas minorias nestas camadas.
Em relação a sua dinâmica
As minorias se revelam ao observador como constituindo um equilíbrio mais ou menos estável entre dois campos de força.
De um lado um campode forças que exerce sobre seus membros uma influência integrante de coesão. Forças centrípetas. São as responsáveis pelas atitudes de lealdade para com seu grupo.
No  extremo oposto situa-se um campo de  forças centrífugas que exerce uma influência dissolvente sobre os membros da minoria. Forças constituídas pela atração algumas vezes irresistível, exercida pela maioria.
A atitude coletivaprovocada pelas forças centrífugas soa de desamor ao próprio grupo, falta de lealdade, e desejo de assimilação pela maioria.
  Lewin distingue dois tipos de minorias:
 
1)  Algumas constituem unidades articuladas de modo orgânico. Membros em ligações muito estreitas e uma forte adesão ao seu destino. Seu grupo é percebido em termos de valência positiva. 
  2) ...
tracking img