Minimonografia eja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2671 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ-UVA
INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DO MARANHÃO/IDEM
CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA

Ana Célia dos Anjos Oliveira
Belkis Vieira
Célia Marreiros
Claudionice Barros
Daniela Santos
Elis Regina Soeiro Silva
Erilene Silva
Franeylene Silva França
Girlene Margareth Rosa
Josélia Soares
Maria José Silva
Terezinha Tinoco

DIRETRIZES CURRICULARESNACIONAIS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS.

SÃO LUÍS
2011

Ana Célia dos Anjos Oliveira
Belkis Vieira
Célia Marreiros
Claudionice Barros
Daniela Santos
Elis Regina Soeiro Silva
Erilene Silva
Franeylene Silva França
Girlene Margareth Rosa
Josélia Soares
Maria José Silva
Terezinha Tinoco

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DA EDUCAÇÃODE JOVENS E ADULTOS.

Trabalho apresentado ao Curso de Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú, para a obtenção de 3° nota da disciplina Educação de Jovens e Adultos.
Orientador: Profª Creuza Marques.

SÃO LUÍS
2011

Ana Célia dos Anjos Oliveira
Belkis Vieira
Célia Marreiros
ClaudioniceBarros
Daniela Santos
Elis Regina Soeiro Silva
Erilene Silva
Franeylene Silva França
Girlene Margareth Rosa
Josélia Soares
Maria José Silva
Terezinha Tinoco

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS.

Trabalho apresentadoao Curso de Pedagogia da Universidade Estadual Vale do Acaraú, para a obtenção de 3° nota da disciplina Educação de Jovens e Adultos.
Orientador: Profª Creuza Marques.

APROVADO EM:
_______/_______/______
NOTA:
_____________________


“Ninguém educa ninguém, ninguém educa asi mesmo, os homens se educam entre si mediatizados pelo mundo”.
(Paulo Freire)

1- INTRODUÇÃO

A Constituição de 1998, em seu artigo 208, inciso I garante o acesso ao ensino fundamental gratuito, inclusive àqueles que a ele não tiveram acesso em idade própria. O que fica determinado é que, é deverdo Estado promover a Educação de Jovens e Adultos.
Em 1996, a Lei de Diretrizes e Bases define que a Educação de Jovens e Adultos deveria atender aos interesses e necessidades de indivíduos que já possuem alguma experiência de vida, são pessoas com uma vivência bem diferente das crianças e adolescentes aos quais se destina o ensino regular, por isso a Educação de Jovens e Adultos é entendida comouma educação permanente e contínua.
Durante a elaboração desta pesquisa verificou-se também que a EJA está inserida nos mesmos preceitos dos respectivos níveis de ensino aos quais está associada: O ensino fundamental e ensino médio, porém a Educação de Jovens e Adultos pode ser oferecida em instituições públicas ou privada.
No entanto é preciso lembrar que o aluno da EJA já desenvolve osconteúdos, se envolvendo nas práticas sociais, o que lhes falta é sistematizar.
A vontade jovem e do adulto, trabalhador ou não, é estar engajado, participante no contexto social e cultural em que está inserido.
Compreender as particularidades da EJA e das diretrizes curriculares desta modalidade é o objetivo desta pesquisa, entretanto faz-se necessário entender os aspectos históricos ligados a estaqualidade de educação, que idéias estiveram relacionadas a este movimento em que ela iniciou.

2- BREVE HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Ao longo da história do Brasil, desde a colonização portuguesa, verifica-se a extrema necessidade de políticas para Educação de Jovens e Adultos, focada e restrita, sobretudo aos processos de alfabetização de modo que ainda é muito recente a...
tracking img