Minimalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2326 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PARANAENSE –UNIPAR
CAMPUS CASCAVEL

CONSTRUÇAO DA PAISAGEM URBANA
MINIMALISTA E SUSTENTÁVEL

CASCAVEL – PR
Setembro 2011

GISELI MACEDO R.A. 15281

CONSTRUÇAO DA PAISAGEM URBANA
MINIMALISTA E SUSTENTÁVEL

Trabalho apresentado ao Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Paranaense - UNIPAR, para a disciplina de Teoria daArquitetura, ministrada pelo professor Marcelo.

CASCAVEL – PR
Setembro 2011

RESUMO

O presente artigo é resultado de um estudo exploratório sobre o potencial da paisagem urbana minimalista. Especificamente, em algumas cidades do Brasil. Esta reflexão procurou dar ênfase ao conceito da percepção e interpretação do significado da imagem da arquitetura minimal das cidades, a partir doqual o estudo da forma que configura a paisagem urbana se faz importante tanto quanto o processo cultural de apropriação dessa paisagem pelo usuário. O crescimento exponencial da população mundial após a revolução industrial trouxe novos paradigmas à humanidade, e o desenvolvimento futuro dos centros urbanos deverá contemplar uma nova sociedade consciente de suas obrigações com as futurasgerações. A análise procurou inferir sobre os aspectos que podem suscitar uma discussão sobre a perspectiva do observador numa arquitetura minimalista e de princípios sustentáveis que constroem o espaço tridimensional.

INTRODUÇÃO

Trabalhar com paisagem urbana é trabalhar com novas formas de ver, compreender as “coisas” e verificar e comprovar as próprias idéias. As paisagens urbanas revelammuito sobre a natureza do pensamento humano quanto a sua capacidade de resolver problemas. Quando lidamos com paisagem urbana, estamos lidando com o aspecto visual do pensamento e da memória. Para que a percepção de harmonia seja relevante, é necessário propiciar estímulos sensoriais e de pleno conforto visual. As paisagens não são fixas, envolvem momentos de percepção que são construídossucessivamente para resultar numa expressão gráfica. Alcançar a máxima expressividade através da mínima expressão. Devemos nos esforçar por completo para entender essa “tradução”, já que deste ato é que surgirá a paisagem urbana. A integração visual e cultural com o entorno são medidas a serem consideradas como soluções de questões ambientais nas edificações.

PAISAGEM URBANA MINIMALISTA

A paisagemnão é estática, pois todos seus elementos constituintes são passíveis de transformações próprias, como também se alteram mutuamente. Duas são as paisagens, a natural existente e a humanizada construída. O ambiente urbano é tanto paisagem quanto natural. E o ambiente degradado também o é, da mesma forma que aquele que se preservou, com suas feições naturais, ou que se reconstituiu segundo asnecessidades humanas. Paisagem é toda a parte que descortinamos, a partir de um ponto, como observadores, e que também podemos chamar, de panorama ou vista. A cada movimento em torno do seu eixo, o observador em 360 graus terá muitas vistas, novos elementos que somam e transformam o visual.
A conformidade da paisagem urbana das cidades de porte médio pode ser compreendida com base em doiscomponentes: seus determinantes locais que são fundamentados pelas origens semelhantes das cidades e as atuais ambições da população por padrões das grandes cidades, esses padrões podem ser como os shopping centers, os centros culturais, as rodoviárias e até mesmo as áreas verticalizadas, restritas a trechos padrão, como áreas centrais e vizinhanças. A identidade de uma cidade é sua paisagem urbana,paisagem esta formada por todo contexto econômico, social e cultural que a circunda. Listamos os elementos que compõe a paisagem urbana: seu porte físico, relevo, solo, subsolo, águas, cobertura vegetal típica ou não, suas estruturas urbanas ou as ditas massas de edificação e seu dialogo com os espaços de circulação, os tipos de loteamento e uso do solo, ciclo diurno/noturno e as estações do...
tracking img