Mineração e mapeamento das províncias minerais da amazônia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 47 (11739 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
www.adimb.com.br
MINERAÇÃO E MAPEAMENTO DAS PROVÍNCIAS MINERAIS DA AMAZÔNIA
- 59ª Reunião Anual da SBPC– Amazônia: Desafio Nacional -
GT.3 – Mapeamento das Províncias Minerais da Amazônia
Onildo João Marini-ADIMB
Apresentação:
O Grupo Trabalho GT.3, da 59ª Reunião Anual da SPPC, teve como Coordenador-Geral
Onildo João Marini/ADIMB (Figura 1) e contou com a participação efetiva de 14pesquisadores/profissionais de órgãos públicos, centro de pesquisas, universidades, empresas e
consultores (Figura 2), os quais contribuíram com informações e debateram durante um dia de
trabalho de trabalho o conteúdo da apresentação pública ocorrida em 12/07/2007, na sala 04 do
Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, em Belém/PA. Assistiram à palestra cerca de 75
pessoas.
Este texto, emboratenha recebido aportes específicos dos participantes do GT.3, foi
redigido e é de responsabilidade exclusiva do Coordenador-Geral do Grupo de Trabalho, seu
signatário.
I-Introdução:
O crescimento econômico, a ocupação e a integração da Região Amazônica, capazes de
promover a melhoria continuada da qualidade de vida de suas populações e a integral soberania
nacional sobre a região, têmtrajetória indissociável do aproveitamento de seus recursos naturais.
A mineração empresarial organizada, por seu caráter pontual e submissão à legislação
mineral e ambiental brasileiras, constitui-se na melhor alternativa de interiorização do
desenvolvimento com ocupação pioneira e ordenada dos espaços vazios da Amazônia. O processo
minerador, em virtude da rigidez locacional dos depósitos minerais,os quais ocorrem onde a
natureza os formou, dá-se com a criação em regiões ínvias de pólos (minas) de alta capacitação
tecnológica, com aeroportos, estações geradoras de energia, portos, hospitais, corredores de
transporte, escolas, oficinas e outras benfeitorias, implantadas com recursos essencialmente das
empresas concessionárias dos direitos minerários. As minas criam, também, empregosqualificados, geram impostos e alavancam a indústria de transformação e o comércio local.
As atividades de mineração têm participado efetivamente ao longo das últimas décadas da
geração de riquezas, melhoria da infra-estrutura e qualidade de vida das populações, criação de
empregos, melhor capacitação dos indivíduos e a ocupação ordenada da região Amazônica,
www.adimb.com.br
inclusive com amaior preservação das florestas, como são exemplos as regiões de Carajás,
Barcarena e Pitinga.
No entanto, não obstante o grande potencial mineral da região, é grande a disparidade entre
o conhecimento cartográfico, geológico e geofísico básicos que se tem da Amazônia relativamente
às demais regiões do território brasileiro, e, maior ainda, em relação a outros países também com
elevado potencialmineral.
A tímida competitividade do Brasil em atrair investimentos de risco para a exploração
mineral,comparativamente a países concorrentes (Canadá, Austrália, África do Sul, Chile, Peru,
China e outros), decorre em grande parte do baixo nível do conhecimento geológico e da carência
de levantamentos básicos em nosso País.
Fig. 01 – Coordenação do GT.3
www.adimb.com.br
Fig. 02 –Componentes do GT.3
O risco nos investimentos em exploração mineral é função inversa da informação. Assim, a
pobreza de conhecimento geológico da Amazônia, em especial, constitui-se em fator limitante para
atração de investimentos em exploração mineral. Esses são de alto risco, longo tempo de
maturação, custos elevados e tecnologicamente sofisticados. Consequentemente, na tentativa de
minimizar riscos,as empresas consideram fortemente os subsídios de conhecimento básico
fornecidos pelos países com bom potencial mineral. Neste confronto, a Amazônia, como região de
geologia menos conhecida do planeta, tem sua atratividade reduzida.
Subsidiar as empresas com um mínimo de levantamentos básicos capazes de minimizar
riscos em investimentos exploratórios na Amazônia, fornecendo à região maior...
tracking img