Milton friedman

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2081 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Milton Friedman nasceu no bairro do Brooklin, em Nova York, no dia 31 de julho de 1912, sendo originário de uma família muito pobre, cujos pais emigraram da Rússia. Defensor dos princípios do liberalismo, permaneceu na Universidade de Chicago de 1946 a 1977, sendo seu professor de 1948 a 1977. A partir de 1977 desenvolveu seu trabalho na Hoover Institution. Foi agraciado com o Prêmio Nobel em1976, por suas realizações nos campos de análise de consumo, história e teoria monetária e por sua demonstração da complexidade da política de estabilização.

"Existe uma relação íntima entre economia e política;
somente determinadas combinações de organizações
econômicas e políticas são possíveis; e, em particular, uma
sociedade socialista não pode também ser democrática,
no sentido degarantir a liberdade individual." (FRIEDMAN: 1912-2006)
Considerações iniciais
Poucos economistas foram tão combatidos nas últimas décadas quanto Milton Friedman. Sua intransigente defesa da economia de mercado e do monetarismo em plena vigência do chamado grande consenso keynesiano fez com que fosse visto por muita gente como um economista ultrapassado, incapaz de perceber que o mundo do seu temponão era o mesmo do final do século XVIII e início do século XIX, no qual Adam Smith defendera com grande vigor a teoria do livre mercado. Friedrich Hayek, idealizador da Mont Pelerin Society (entidade criada em 1948 que congrega, até hoje, liberais de todos os matizes), da qual Friedman é atualmente o decano, foi talvez o único outro economista dessa época capaz de se contrapor, sempre em tom altoe forte, aos pilares básicos do consenso keynesiano, sintetizados da seguinte forma por Eduardo Giannetti da Fonseca:
1º) Defesa da economia mista, com forte participação de empresas estatais na oferta de bens e serviços e a crescente regulamentação das atividades do setor privado por meio da intervenção governamental nos diversos mercados particulares da economia;
2º) Montagem e ampliação doEstado do Bem-Estar (Welfare State), garantindo transferências de renda extramercado para grupos específicos da sociedade (idosos, inválidos, crianças, pobres, desempregados etc.) e buscando promover alguma espécie de justiça distributiva;

3º) Política macroeconômica ativa de manipulação da demanda agregada, inspirada na teoria keynesiana e voltada, acima de tudo, para a manutenção do plenoemprego no curto prazo, mesmo que ao custo de alguma inflação.
O Prêmio Nobel recebido em 1976 e o refortalecimento das idéias e políticas econômicas de cunho liberal a partir da década de 1980, contribuíram para que o nome de Milton Friedman retornasse às discussões da teoria econômica, ainda que muitos ainda o façam cercados de grandes ressalvas.
1. Um autêntico liberal
É conveniente,inicialmente, definir bem o significado da palavra liberal quando adotada para definir as posições de Milton Friedman. Isto porque os termos liberal e liberalismo passaram a ser utilizados com diferentes significados ultimamente, muitos dos quais distorcidos, intencionalmente ou não.
Uma das distorções a meu ver mais descabidas refere-se à adoção de prefixo neo à frente desses dois termos. Ajustificativa dos que assim procedem é de que é necessário separar os defensores da economia de mercado e da livre iniciativa do século XX daqueles que defenderam tais princípios nos séculos XVIII ou XIX. Eu, particularmente, oponho-me vigorosamente a isso, como deixei claro em artigos publicados pelo Instituto Liberal de São Paulo e pela Revista de Economia & Relações Internacionais, editada pela Faculdadede Economia da FAAP.
Outro problema concernente ao termo liberal refere-se ao fato de que, nos Estados Unidos, ele assumiu um sentido diferente do originalmente adotado na Inglaterra, como bem observou Sergio Werlang, num livro que contém um belo trabalho de pesquisa sobre as origens do liberalismo, intitulado A descoberta da liberdade. Nele, Werlang assim se refere a essa questão:
A...
tracking img