Migração externa do brasil

MIGRAÇÃO EXTERNA DO BRASIL

Nome: Francisco das Chagas Alcântara Júnior

Série: 2º ano “U”

Professor: Alan

Matéria: Geografia

Devido ao fato do Brasil ser um país ainda com muitasdesigualdades regionais, os habitantes de regiões mais pobres buscam sair do país e buscar emprego lá fora. Atualmente nossa pátria é considerada um país “fornecedor” de habitantes.

Geralmente, um paísfornecedor apresenta sérios problemas de ordem política, econômica e social, o que não é o caso do Brasil, pelo menos na área econômica e política (o país vive sob os princípios básicos da democracia).Existem vários motivos para que se haja uma forte emigração do Brasil para outros países. Na emigração para o Paraguai, os agricultores paranaenses se fixaram lá pelo baixo custo das terras nafronteira, além de que, no Paraná, a maioria das terras foram tomadas pelas plantações de soja, e os donos dessas plantações buscam expandir seus negócios.

Na migração para países mais desenvolvidos,como Estados Unidos, Alemanha, Itália, Noruega, Islândia, Holanda, países ibéricos, Reino Unido, Irlanda e Japão, por exemplo, a migração ocorre pela busca de empregos com salários e perspectivasmelhores. Muitos até se prestam a executar serviços menores, que no país para onde vão geralmente são considerados serviços de menor honra.

Vantagens:

Para o país receptor: Maior mão de obradisposta a trabalhar em “subempregos”; Para países com crescimento vegetativo negativo, um equilíbrio na taxa populacional.

Para o país fornecedor: Um movimento migratório para outros países representauma redução na população do país fornecedor, o que permite ao governo uma melhor elaboração de planos de previdência (INSS) e de planos demográficos; Redução do déficit na balança de pagamentos, pois osemigrantes passam a enviar dinheiro para seus familiares.

Desvantagens:
Para o país receptor: Com estrangeiros ocupando os “subempregos” nos países de destino, há um aumento de desemprego no...
tracking img