Microscopio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1274 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O MICROSCÓPIO
O microscópio é um instrumento que se destina a observar objectos dereduzidas dimensões, impossíveis de observar à vista desarmada. É uminstrumento auxiliar de observação que permite aumentar o poder deseparação linear do globo ocular, facultando a observação de pontos, quedivergem entre si por valores muito reduzidos, como dois pontos distintos. Emsuma, é um aparelhoamplificador que produz uma imagem ampliada doobjecto em estudo.
3.3 TIPOS DE MICROSCÓPIOS
Existem dois tipos de microscópios:
Microscópio simples
– contém uma lente simples ou um sistemade lentes centradas, não permitindo uma ampliação dos objectos superior a50x. Ex. Lupa.
Microscópio composto
– é constituído por mais do que umsistema de lentes. A formação da imagem é determinada, em grandeparte,pelo comprimento de onda da luz
utilizada na iluminação da amostra e pelaspropriedades físicas desta. Com base no tipo de iluminação, podemosconsiderar os seguintes tipos:
Microscópio fotónico
(óptico) – a imagem é transmitida por umfeixe de fotões (luz visível ou ultravioleta).


Microscópio electrónico
(de varrimento e de transmissão) – aimagem é transportada por um feixe de electrões.

Microscópio protónico
– a imagem é transportada por protões.

De entre os microscópios
fotónicos
, podemos ainda considerar osseguintes sub-tipos:


Microscópio comum
Utilizado para ampliar, com uma série delentes,estruturas pequenas impossíveis de visualizar a olhonu. É constituído por um componente mecânico quesuporta e permite controlar um componente óptico queamplia asimagens.(http://pt.wikipedia.org)


Microscópio ultravioleta
A radiação utilizada é o ultravioleta que tem umcomprimento de onda (
λ
) perto de 0,2 a 0,3
μ
m, inferior aos valores de
λ
para a luz visível, o que permitemelhorar o limite de resolução comparativamente aomicroscópio de campo luminoso/claro. A óptica éconstituída por lentes de quartzo, já que o vidro nãotransmite este tipo deradiação.(http://docentes.esa.ipcb.pt)


Microscópio de fluorescência

Permite observar microrganismos capazes de fixar substâncias fluorescentes (fluorocromos). A luzUV, aoincidir nessas partículas, provoca a emissão deluzvisívele observa-se os microrganismos a brilhar emfundo escuro


Microscópio de campo escuro
Os corpúsculos a examinar são fortemente iluminadospor feixes luminososque penetram lateralmente, o queé conseguido com condensadores especiais. Destemodo, a única luz que penetra na objectiva é adifractadapelas partículas presentes na preparação,pelo que passam a ser visíveis em fundo escuro.(http://pt.wikipedia.org)


Microscópio de contraste de fase
Permite a observação de microrganismos vivos, semcoloração, através do contraste devido à diferença defasedos raios luminosos que atravessam o fundorelativamente à fase da luz que atravessa osmicrorganismos.(http://pt.wikipedia.org)


Microscópio de polarização
O microscópio de polarização possui dois prismas: umpolarizador e outro analisador. A luz ao penetrar emestruturas como músculo, ossos, celulose, fibras,cabelos, etc., desdobra-se em dois feixes. O prismadeixa passar uma das vibraçõesluminosas mas não aoutra, de modo que as estruturas que forem isotrópicasserão anuladas e no seu lugar surgirá uma imagemescura. As estruturas birrefringentes (anisotrópicas) produzirão um tipo devibração luminosa que será emitida, ficando brilhante. Somente as estruturasbirrefringentes aparecerão brilhantes, ficando o restante material escuro.(Adaptado de http://monografias.brasilescola.com)Relativamente aos
microscópios electrónicos
podemos considerar osseguintes sub-tipos:


Microscópio electrónico de varrimento (SEM)
Cria uma imagem ampliada da superfície doobjecto. Não é necessário cortar o objecto parase observar; este pode ser colocado nomicroscópio sem grandes preparativos. Podeampliar os objectos 100 mil vezes ou mais,sendo muito útil dado que permite obter imagens...
tracking img