Microeconomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE
1. Teoria Do Consumidor
2.1 Preferências e Função Utilidade
2.2 Escolha do Consumidor e Função Procura
2.3 Efeito Substituição e Efeito Rendimento
2.4 Dotações de Bens
2.5 Oferta de Trabalho
2.6 Consumo Intertemporal
2.7 Preferência Revelada
2.8 Função Despesa e Função Utilidade Indirecta
2.9 Medidas de Bem EstarIndividual
2. Mercado de Factores
3.10 Procura de Factores e Oferta de Factores
3.11 Mercado de Factores Perfeitamente Concorrencial
3.12 Monopsónio no Mercado de Factores
3.13 Monopólio no Mercado de Factores
3. Equilíbrio Geral
4.14 Modelo de Troca Pura
4.15 Modelo com Produção
4. Bem Estar Social
5.16 Função Bem Estar Social5.17 Medidas de Bem Estar Social

INTRODUÇÃO (2011/02/07)
* Distinção entre Abordagem Positiva e Abordagem Normativa

Afirmação Positiva
* Afirmação do tipo “É”
* Afirmação objectiva
* Afirmação que não contém juízos de valor
* Afirmação cuja veracidade não depende de considerarmos como bons ou maus os resultados envolvidos (os tais juízos de valor não são tidos em conta)* Afirmação que apenas envolve critérios objectivamente formulados
* Afirmação que se mostra ser verdadeira ou falsa com evidência factual
* Afirmação que pode ser demonstrada
* Implica uma observação directa
* Implica um raciocínio lógico

Afirmação Normativa
* Afirmação do tipo “DEVE”
* Afirmação subjectiva
* Afirmação que envolve juízos de valor
*Afirmação que envolve critérios éticos (morais)
* Afirmação que envolve critérios não devidamente explicitados

PREFERÊNCIAS E FUNÇÃO UTILIDADE (2011/02/10)
* Postulado da Racionalidade
* Relação de Preferências
* Axiomas Fundamentais das Preferências
* Preferências Completas
* Preferências Transitivas
* Conjuntos de Alternativas
* Preferências Adicionais dasPreferências
* Preferências Contínuas e a Existência de Função Utilidade

Relação de Preferências
* Relação binária estabelecida no conjunto A
* Permite a comparação de pares de alternativas ai, aj A
* Estabelece uma determinada ordenação entre pares de alternativas
Axiomas Fundamentais sobre as Preferências Viabilizam a operacionalidade do postulado da racionalidade

1.Preferências Completas
* O consumidor consegue sempre comparar dois cabazes
* O consumidor é sempre capaz de escolher entre dois cabazes
* Dificilmente poderá ser posto em causa
x1,x2≿y1,y2
y1,y2≿x1,x2
x1,x2≿y1,y2 e y1,y2≳x1,x2 Indiferente para o consumidor consumir qualquer dos cabazes
2. Preferências Reflexivas
* Qualquer cabaz é, pelo menos, tão bom como ele próprio
*Qualquer alternativa é indiferente a si própria
* Qualquer cabaz é certamente pelo menos tão bom como qualquer outro cabaz idêntico
* Advém do facto de as preferências serem completas
x1,x2≿x1,x2
3. Preferências Transitivas
* Se o consumidor acha que X é, pelo menos, tão bom como Y e que Y é, pelo menos, tão bom como Z, então ele deve concluir que X é, pelo menos, tão bom como Z
*Axioma mais problemático
* Numa economia de mercado, é praticamente imposto que tenhamos preferências transitivas Caso contrário, perderíamos dinheiro devido à falta de consistência
* Supondo laranja ≻ pêra, maçã ≻ laranja, pêra ≻ maçã, estamos perante preferências não transitivas. Assim, tenho uma pêra e pedem-ma mais dinheiro por uma laranja Aceitava? Sim fico com laranja – mesmoraciocínio com maçã, aceita? Sim fico com Maçã – – …
* É perfeitamente razoável uma pessoa preferir o cabaz X ao cabaz Y e preferir o cabaz Y ao cabaz Z e, por sua vez, preferir o cabaz Z ao cabaz X. No entanto, surge-nos um problema de escolha: para qualquer cabaz que essa pessoa escolhesse, haveria sempre um outro preferível a esse. Assim, parte – se do pressuposto que as preferências...
tracking img