Microeconomia cap.3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6215 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PARTE II
PRODUTORES, CONSUMIDORES E MERCADOS COMPETITIVOS

CAPÍTULO 3
COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR

OBSERVAÇÕES PARA O PROFESSOR

O Capítulo 3 fornece a base a partir da qual será derivada a curva de demanda no Capítulo 4. Para que os alunos sejam capazes de entender a teoria da demanda, eles devem dominar os conceitos de curvas de indiferença, taxa marginal de substituição, linha doorçamento, e escolha ótima do consumidor. É possível discutir as escolhas do consumidor sem aprofundar-se nos detalhes da teoria da utilidade. Para muitos estudantes, as funções de utilidade são um conceito mais abstrato do que as relações de preferência. No entanto, caso se pretenda discutir a questão da incerteza no Capítulo 5, será necessário discutir antes o conceito de utilidade marginal (seção3.5). Mesmo que a teoria da utilidade seja apresentada apenas brevemente, é importante que os alunos compreendam o conceito de utilidade, pois esse termo aparecerá muitas vezes no Capítulo 4.

Ao introduzir o conceito de curva de indiferença, é importante enfatizar que os dois eixos representam quantidades físicas. De fato, após terem estudado a oferta e a demanda, os alunos poderiam pensarque o preço deveria estar no eixo vertical. Como forma de ilustrar as curvas de indiferença, escolha uma cesta inicial no gráfico e peça aos alunos para apontar as cestas que os consumidores devem preferir em relação à cesta inicial, e aquelas que devem ser consideradas inferiores à cesta inicial. Isso deverá dividir o gráfico em quatro quadrantes, o que tornará mais fácil para os alunos avisualização do conjunto de cestas entre as quais o consumidor é indiferente. É recomendável que sejam apresentados vários exemplos com diferentes tipos de mercadorias, pedindo-se à turma para desenhar as curvas de indiferença em cada caso. Os exemplos também são úteis para explicar a significância das hipóteses relativas às preferências; ao apresentar diferentes exemplos, pode-se perguntar quaishipóteses seriam violadas.

A explicação do conceito de utilidade flui naturalmente a partir da discussão das curvas de indiferença. Apesar de tratar-se de um conceito abstrato, é possível transmitir aos alunos a essência desse conceito em tempo relativamente curto. Para tanto, pode-se partir da observação de que o objetivo dos consumidores é maximizar sua utilidade sujeito a uma restriçãoorçamentária. Quando um consumidor vai a uma loja, escolhe a cesta de produtos preferida dentre aquelas que pode adquirir. A partir disso, pode-se derivar a curva de demanda. É importante ressaltar que, para o consumidor, o que importa é a ordenação relativa entre as várias possíveis cestas de produtos, e não o valor absoluto da utilidade, que não tem qualquer significado. Por fim, outro conceitofundamental é a taxa à qual os consumidores estão dispostos a trocar mercadorias (a taxa marginal de substituição), que depende da satisfação relativa derivada do consumo de cada mercadoria.

A taxa marginal de substituição, TMS, é um conceito que pode confundir os alunos. Alguns deles tendem a confundir a TMS com a razão entre as quantidades das duas mercadorias. Quando isso ocorre, pode-se notar que ainclinação é igual à razão entre a variação na quantidade medida no eixo vertical, (Y, e a variação na quantidade do eixo horizontal, (X. Essa razão é igual à razão dos interceptos de uma linha tangente à curva de indiferença. À medida que nos movemos ao longo de uma curva de indiferença convexa, esses interceptos mudam e, conseqüentemente, a TMS também muda. Outro problema é a terminologia“TMS de X por Y”, que pode causar confusão pelo fato de que não estamos trocando “X por Y”, mas Y por uma unidade de X. É recomendável ilustrar esse importante conceito através de diversos exemplos em sala de aula.

QUESTÕES PARA REVISÃO

1. O que significa o termo transitividade de preferências?

A transitividade de preferências significa que, se alguém prefere A em relação a B, e...
tracking img