Microbiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1697 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1.Introdução:
Microbiologia: Mikros (= pequeno) + Bio (= vida) + logos (= ciência).
A Microbiologia é classicamente definida como a área da ciência que se dedica ao estudo de organismos que somente podem ser visualizados ao microscópio. Com base neste conceito, a microbiologia aborda um vasto e diverso grupo de organismos unicelulares de dimensões reduzidas, que podem ser encontrados comocélulas isoladas ou agrupados em diferentes arranjos. Assim, a microbiologia envolve o estudo de organismos procarióticos (bactérias, archaeas), eucarióticos (algas, protozoários, fungos) e também seres acelulares (vírus). No laboratório vimos a imensa quantidade de micro organismo em todos os lugares, e estudamos eles para ver quais seu benefícios e malefícios.

2. Metodologia:
2.1.1. MateriaisPrática 1 (Semeadura/Ambiguidade):
1. Placa de Petry (meio Ágar)
2. Swab
3. Bico de Bunsen
4. Tubo de ensaio com água destilada

2.1.2. Métodos:
Primeiramente dividiu-se a placa de Petry em duas partes. Selecionamos dois locais para coletarmos as amostras que seriam semeadas. No meu caso, a parte lateral do tênis e minha mão esquerda. Molhou-se um lado do swab na água destilada epassou-se sobre a parte lateral do tênis, em seguida passamos o swab sobre o meio Agar que estava na placa. Pegamos outro swab, molhamos também na água destilada e passou-se na mão esquerda, logo se esfregou sobre o outro lado do Ágar. A semeadura é feita num formato zigue-zague com o objetivo de observar a formação de uma única colônia de bactérias. Após isso a placa de petry foi incubada durante 24horas a 37ºC e guardadas a 4ºC durante 6 dias (intervalo entre as aulas).

2.2.1. Materiais Prática 2 (Coloração de Gram):
1. Lâmina
2. Suporte para lâmina
3. Alça de platina
4. Bico de Bunsen
5. Cristal violeta
6. Lugol
7. Álcool x Acetona
8. Fucsina diluída
9. Óleo de imersão
10. Microscópio

2.2.2. Métodos:
A etapa seguinte foi à coloração de Gram.Na visualização da placa teve poucas colônias nas duas partes do cultivo com uma leve maioria na colônia dos objetos. Retiramos com a alça de platina uma pequena porção da colônia de bactérias formada na placa de Petry que no meu caso tirei da colônia formada pelo corpo, e colocamos sobre a lâmina, pingando uma gota de água estéril. A alça de platina deve ser flambada até o rubro e resfriada nomeio de cultura onde à ausência de colônias. Passamos a lâmina sobre a chama do bico de Bunsen e aguardamos sua secagem (processo de fixação pelo calor) e iniciamos o processo de coloração, assim sendo:

1) Cristal violeta – 1 min – lavar
2) Lugol – 1 min – lavar
3) Álcool+acetona – 30 seg – lavar
4) Fucsina diluída – 30 seg – lavar
Por último, secamos com papel toalha, acrescentou-se o óleode imersão e observou-se no microscópio usando lente x100.
2.3. Resultados (Prática 1 e Prática 2):
Observou-se crescimento de colônias de bactérias nas duas partes semeadas: a coletada da mão esquerda e na parte lateral do tênis, sendo que a segunda apresentou maior concentração de colônias. A coloração encontrada foi avermelhada, com formato de cocos.

2.4. Conclusão
Com base nesseexperimento, pode-se confirmar a diversidade de organismos existentes em todos os lugares, evidenciando sua característica ubíqua. Além disso, de acordo com a coloração afirma-se que os bacilos encontrados são Gram negativos.

3. Metodologia:
3.1 Materiais Prática 3 (Contagem da população microbiana do solo):

1. 1g de solo diluída em 9mL de água estéril
2. Tubo de ensaio
3. Pipeta graduada4. Bico de Bunsen
5. Placas de Petry (meio BDA)
6. Pipeta graduada
7. Alça de Drigalski

3.2 Métodos:
As diluições deveriam iniciar em 10-1 e sucessivamente até 10-8, ficando a cargo de cada grupo um tipo de diluição. Inicialmente efetuou-se a diluição de 1g de solo em 9 mL de água estéril e agitou-se (diluição 10 -1). As diluições seguintes foram decrescentes. Nossa...
tracking img