Micro e pequenas empresas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1519 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITARIO DO ESPIRITO SANTO - UNESC
BRUNA SENA SARLO

RESENHA SOBRE O TEXTO “IMPORTANCIA DA CONTABILIDADE COMO INSTRUMENTO DE APOIO A GESTÃO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS”

SERRA
2012

BRUNA SENA SARLO

RESENHA SOBRE O TEXTO “IMPORTANCIA DA CONTABILIDADE COMO INSTRUMENTO DE APOIO A GESTÃO DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS”

SERRA
2012
SUMÁRIOINTRODUÇÃO.......................................................................................................04
1 CONCIDERAÇÕES INICIAIS.............................................................................05
2 OBJETIVOS DA CONTABILIDADE...................................................................07
3 A CONTABILIDADE E AINFORMAÇÃO..........................................................07
4 CONTEXTO DA INFORMAÇÃO DAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS..08
5 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DADOS OU INFORMAÇÕES?..................09
6 FERRAMENTAS DA CONTABILIDADE GERENCIAL......................................09
7 CONCLUSÃO.....................................................................................................11
8REFERÊNCIAS...................................................................................................11

INTRODUÇÃO

Este trabalho corresponde ao desenvolvimento de uma resenha, baseado em uma pesquisa que investiga a importância da contabilidade para as empresas de pequeno porte, considerando informações úteis, que possibilitam o gestor administrar um negócio de forma eficiente.
Reflexões foram feitas sobre a história dacontabilidade, contendo informações úteis usadas como ferramentas da contabilidade gerencial, de extrema importância no processo administrativo da empresa.

01- CONSIDERAÇÕES INICIAIS
Desde os primórdios a contabilidade se faz necessária, e vem evoluindo gradativamente nas demonstrações do fluxo de riqueza, apoio a gestão e reforçando seu papel social.
Olhando para o passado, notamos emevidencias históricas o uso da contabilidade nas organizações primitivas ainda de forma rudimentar. As primeiras provas arqueológicas da contabilidade foram encontradas entre 10.000 a 5.000 anos antes de cristo, exatamente no período mesolítico, são registros em grutas, ossos, e outros materiais contendo manifestações da inteligência humana, em meios patrimoniais, qualitativos e quantitativos, ouseja, construindo a conta primitiva.
Com ajuda da arte, o homem primitivo começou a se preocupar com sua variação de riqueza, passando a contabilizar seus bens através de pinturas nas paredes das grutas, onde conseguiu montar a conta primitiva. Pelos desenhos ele designava a utilidade de um bem, e com riscos ele designava a quantidade desse bem.
Nos tempos mais atuais, a contabilidadese tornou algo imprescindível, pois a complexidade das organizações necessitou da evolução das informações de forma exata. Porem essa evolução foi lenta, tendo em vista que a história do homem vem ligada a contabilidade por milênios.
Com a criação dos registros em partida dobrada, notou-se que todo crédito sempre corresponde a um débito, de igual valor e vice-versa. Logo Gutemberg surgiu edesenvolveu os meios de imprensa, possibilitando a impressão em série e trazendo a contabilidade ao conhecimento de todos.

No século XVI surgem às primeiras obras contábeis, porem só se estruturou cientificamente em 1923 por Vicenzo Masi na Itália, seu objetivo era conhecer as relações entre acontecimentos da riqueza patrimonial, e explicar o que acontece a partir das referidasrelações. O foco era a “conta”, ou seja, essa era a alma, e o registro a finalidade maior.
Com as publicações de Francesco Villa, surgiu uma escola de pensamentos, Villa foi premiado pelo imperador da Áustria por sua obra, “La contabilitá applicata alle amministrazione private e publiche”, onde entendia-se como substancia o movimento da riqueza. Assim na escola os registros eram apenas...
tracking img