Micro p2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2134 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Demanda sob Condições de Oligopólio - Paul M. Sweez

Conceito usual de curva de demanda não se aplica a situações de oligopólio, variáveis (preço dos concorrentes) não permanecem constante dada uma variação do seu preço.

Curva Imaginária/Quebrada da Demanda : estimativa da quantidade possível de venda a cada nível de preço considerando a provável reação dos concorrentes.

Alteração depreços

Aumento de preços de A implica em migração de clientes para B

Diminuição nos preços de A faz com que esse ganhe clientes de B

Reação dos concorrentes

Ganho nos negócios → satisfação → inércia

Perda nos negócios → apreensão → medidas de recuperação

Generalização

Aumento de preço → diminuição do numero de transações Curva ELÁSTICA para cima

Diminuição de preço →ganho de poucos clientes ( retaliação de concorrentes) Curva INELÁSTICA para baixo

Corolários da curva : condições de equilíbrio não mais se aplicam

Cmg ≠ Rmg Custo pode se menor mas nunca maior que a Receita

Não se pode falar da igualdade entre remuneração dos fatores e o valor de sua produtividade marginal

Fatores que alterem apenas a curva de custo não implicam diretamente noequilíbrio preço x quantidade

• Aumentos nos custos ( salarial devido greve, por exemplo) podem em nada alterar o nível dos preços, apenas na diminuição dos lucros

Curva de queda de preços não acompanhada pelos concorrentes ( receita media para quedas no preço médio resultante da discriminação entre clientes)

Curva de elevação dos preços acompanhada pelos concorrentes ( líderes de preço)

(?)Alterações da demanda

Aumento na procura → curva imaginária menos elástica para aumentos de preços

resultante da utilização da capacidade limite de produção, maior dificuldade de garantir pronta entrega das mercadorias, etc.

Aumento na procura → curva imaginária mais elástica para preços descendentes

concorrência menos preocupada com movimentação da clientela, e menos pronta areagir a uam redução de preços

CURVA DE RECEITA MARGINAL(?)

• Crescimento da demanda geralmente desloca curva de custo marginal para cima, devido aumentos salariais e no preço da matéria-prima

Aumento na procura → aumento dos preços (resultado mais provável)

Queda na procura → efeito oposto do aumento, curva mais elástica para movimentos descendentes, tendência a manter o preço nos níveiscorrentes

Comportamento dos preços em Oligopólio

Períodos expansionistas : aumento de preços

Períodos de depressão : resistência à queda de preços

Recessão : tabelas de preços cada vez menos confiáveis para os efetivamente praticados em mercado (reduções secretas de preço)

• As considerações feitas, levam em conta um ponto inicial de referência para análise das flutuações de preço.Conclui-se que existem diversos pontos de equilíbrio preço x demanda, e o que determina o realizado no mercado é sua conjuntura e contexto.

A Teoria dos Preços e o Comportamento Empresarial - Hall & Hitch

Doutrina atual (Marshall) : Política de preço e produção em que empresário expande produção até o ponto em que Rmg = Cmg

Concorrência perfeita : Cmg = Rmg = Preço

Demaismercados : Cmg < Rmg < Preço , sendo o Cmg > que o custo dos fatores adicionais para a produção de uma unidade a mais

Se ocorrer a igualdade entre o custo médio e a receita média, supõe-se que tal fato é resultado de uma medida de sobrevivência, em que há a entrada de novas firmas lucrativas, esta igualdade não é desejada por nenhum empresário. Mercados com livre entrada tem uma tendência alongo prazo de atingir tal igualdade, já os que possuem barreiras não a tem.

Curvas de demanda não permanecem constantes ao longo do tempo, sendo a demanda futura dependente tanto dos preços correntes como dos preços futuros, fato que torna impossível derivar a receita marginal a partir de uma curva de demanda individual.

Classificação dos mercados : Determinam as condições de produção...
tracking img