MICRO ECONOMIA

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de maio de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE PITÁGORAS
ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS






IPP
Índice de Preço Pitágoras
Microeconomia



Jefferson Souza







CONTAGEM
2013



Sumário
























1 INTRODUÇÃO


O tema do trabalho teve como idéia realizar pesquisas semanais de preços em diversos supermercados da região.
O IPP – índice Pitágoras de preçoavaliou as variações fracionais como objetivo o incentivo de nos levar a pratica diária de pesquisas.
Foi Identificado a importância deste trabalho no dia a dia para a redução no valor das compras semanais ou mensais no nosso cotidiano. Para realização do mesmo fizemos um esquema de pesquisa de campo semanalmente para avaliação de aumento e diminuição de preços.
Em uma visão geral foianalisado a variação inflacionária dos produtos em pesquisa.













2- INFLAÇÃO: CONCEITO E SUAS CAUSAS.

Inflação é um conceito econômico que representa o aumento de preços dos produtos num determinado país ou região, durante um período. Num processo inflacionário o poder de compra da moeda cai. 
Inflação é um aumento generalizado de preços numa dada economia. Podem ocorrerdiante de diversas circunstâncias, Desvalorização cambial, políticas fiscais e monetárias expansionistas, ampliação do crédito.
Inflação de custos é aquela que deriva de um aumento nos insumos utilizados na produção de um bem e que leva ao aumento deste, por exemplo: imagine que por algum motivo qualquer o preço do trigo aumentou vertiginosamente no mercado internacional. Dado que nosso trigo eimportado seu aumento impactaria diretamente os preços dos bens que o utiliza como matéria prima. O pão francês por exemplo. Cimento, Petróleo são outros bons exemplos de insumos que tendem a provocar inflação de custos. 

Inflação de demanda acontece quando se tem um aumento na procura de um determinado bem, sem o mesmo correspondente do lado da oferta, logo a economia se reequilibra através doaumento no preço desse bem. Por exemplo: Num inverno atípico faz enorme calor o que provoca uma súbita procura no mercado por aparelhos de ar condicionado, no entanto as empresas não contavam com um inverno tão quente e não se prepararam para um aumento na demanda nessa época (dado que em economia no curto prazo a oferta e fixa), logo o que é natural acontecer é o preço de tais aparelhos subirem parareequilibrar oferta e demanda. O mesmo acontece com ventiladores, sorvetes, roupas leves, etc. O comportamento de frutas e verduras na entre safra são outros bons exemplos de inflação de demanda. 
Inflação Inercial refere-se à idéia de memória inflacionária, onde o índice atual é a inflação passada mais a expectativa futura. A inflação se mantém no mesmo patamar sem aceleração inflacionária e édecorrente de mecanismos de indexação. Estes mecanismos podem ser formais e informais.
A inflação é muito ruim para a economia de um país. Quem geralmente perde mais são os trabalhadores mais pobres que não conseguem investir o dinheiro em aplicações que lhe garantam a correção inflacionária.
Podemos citar as seguintes causas da inflação:
- Emissão exagerada e descontrolada de dinheiro por partedo governo;
- Demanda por produtos (aumento no consumo) maiores do que a capacidade de produção do país;
- Aumento nos custos de produção (máquinas, matéria-prima, mão-de-obra) dos produtos.
No Brasil, existem vários índices que medem a inflação. Os principais são: IGP ou Índice Geral de Preços (calculado pela Fundação Getúlio Vargas), IPC ou Índice de Preços Ao Consumidor (medido pela FIPE -Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), INPC ou Índice Nacional de Preços ao Consumidor (medido pelo IBGE) e IPCA ou Índice de Preços ao Consumidor Amplo (também calculado pelo IBGE).











3- ETAPAS E METODOLOGIA

Realizamos pesquisas metodológicas em três supermercados na cidade de Contagem, na região do Eldorado.
Sendo eles: Supermercados EPA, Supermercados BH,...
tracking img