Michael porter

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1640 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Os estudos de estratégia são desenvolvidos para explicar e encontrar formas de direcionar as empresas na busca pela vantagem competitiva.

As organizações utilizam tais estudos como guias para facilitar a formulação e administração de seus diferenciais, pois não existe uma teoria única e exclusiva para a criação de estratégias empresariais.

A evolução do pensamento sobre estratégiaempresarial deu-se com base em duas idéias principais: atingir e manter uma vantagem competitiva e como reagir às mudanças organizacionais e estratégicas. As teorias de estratégia empresarial que tratam da questão da vantagem competitiva podem ser classificadas em quatro grandes:

1. SCP – Structure-Conduct-Performance, que faz a análise estrutural da indústria;
2. RBV – Resource-based view, quefoca os recursos e competências da empresa;
3. Processos de mercado; e
4. Capacidades dinâmicas.

Sob a ótica do SCP, o desempenho das empresas é determinado pela estrutura da indústria e pela estratégia adotada pelas empresas. Este modelo é um dos movimentos mais difundidos para análise da vantagem competitiva e é o qual Michael Porter se baseia.

Autor de teorias e de livros sobre estratégiase competitividade, Michael Eugene Porter é professor na Harvard Business School e nasceu em Michigan em 1947. Seus livros são muito utilizados nos cursos de administração, economia e marketing. Guru nessa área de conhecimento acadêmico completou seu doutorado em economia em Harvard, tendo se formado em Engenharia Aeronáutica, em Princeton.

Ele rompe com o padrão vigente na época, quando passa aconsiderar a concorrência como o aspecto fundamental da estratégia empresarial, destacando o meio ambiente onde a empresa opera como uma arena de competição, na qual a organização está sujeita às forças da concorrência e tem que lidar com elas para sobreviver.

As fases do estudo de Porter são:

Fase 1 – Vantagem competitiva pelo posicionamento

A necessidade de adaptação ao meio envolvente comocondição para a sobrevivência e a construção e defesa da vantagem competitiva como ferramenta obrigatória para o sucesso.

Acredita-se que para um estudo de estratégia é necessário levar em conta as 5 forças que interferem na vantagem competitiva e avaliar as estratégias genéricas utilizadas pela concorrência.



[pic]

5 forças

1. Rivalidade entre os concorrentes

Para a maioria das indústrias,esse é o principal determinante da competitividade do mercado. Às vezes rivais competem agressivamente, não só em relação ao preço do produto, como também a inovação, marketing, etc. Os que deve ser analisado na concorrência é o número de concorrentes e repartição de quotas de mercado, a taxa de crescimento da indústria, a diversidade de concorrentes, o nível de publicidade e o grau dediferenciação dos produtos. Em situações de alta rivalidade, os concorrentes procuram ativamente captar clientes, as margens são esmagadas e a atuação centra-se em cortes de preços e descontos de quantidade.

2. Poder de Negociação dos clientes

Os consumidores querem cada vez mais qualidade a preços mais baixos. A alta competitividade faz com que os preços abaixem consideravelmente. Desta forma jogam osconcorrentes uns contra os outros na briga pela oferta.
Fatores a serem analisados: preço da compra total, disponibilidade de informação do comprador em relação ao produto, existência de produtos substitutos, da sua dimensão enquanto clientes.

3. Poder de Negociação dos fornecedores

Faz todo o diferencial da empresa. Conseguir boa relação de fornecedores, que tenham produtos e serviçosconfiáveis e boa oferta. Deve-se estar atento pois, fornecedores podem recusar-se a trabalhar com a empresa ou cobrar preços excessivamente elevados por recursos específicos.

Deve-se levar em conta o grau de diferenciação dos produtos/serviços do fornecedor, o custo dos fatores de produção em relação ao preço de venda do produto. Ter somente um fornecedor para a empresa pode ser um ponto fraco, caso o...
tracking img