Metrologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6622 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
LISTA DE ILUSTRAÇÕES

LISTA DE FIGURAS

Figura 1: Relógio comparador 8
Figura 2: Princípio de funcionamento 9
Figura 3: Tipos e modelos 9
Figura 4: Relógio comparador digital 10
Figura 5: Medidor de desvios de amostras 10
Figura 6: Relógio comparador de alta pressão 11
Figura 7: Medição com relógio comparador 12
Figura 8: Leitura do relógio comparador 14
Figura 9: Equipamento paraafixar o relógio comparador 15
Figura 10: Partes componentes de um paquímetro 16
Figura 11: Paquímetro universal 17
Figura 12: Paquímetro com relógio 17
Figura 13: Paquímetro com bico móvel 18
Figura 14: Paquímetro de profundidade de haste simples e haste com gancho 18
Figura 15: Paquímetro duplo 19
Figura 16: Paquímetro digital 19
Figura 17: Maneiras incorretas de utilização do paquímetro 21Figura 18: Maneiras corretas de utilização do paquímetro 21
Figura 19: Leitura com bicos do paquímetro fechado 22
Figura 20: Escala e vernier de um paquímetro em uma medição 22
Figura 21: Medição de um anel 24
Figura 22: Medição de profundidade 24
Figura 23: Medição externa 24
Figura 24: Medição de um cilindro 25
Figura 25: Medição do diâmetro de uma peça cilíndrica 25
Figura 26: Mediçãointerna 25
Figura 27: Medição de um ressalto 25
Figura 28: Partes do micrômetro 26
Figura 29: Leitura de micrômetro sem nônio (mm) 27
Figura 30: Leitura de micrômetro sem nônio (pol.) 28
Figura 31: Leitura de micrômetro com nônio (mm) 28
Figura 32: Leitura de micrômetro com nônio (pol.) 28
Figura 33: Traçador 29
Figura 34: Uso do traçador para marcar peça 29
Figura 35: Rugosímetrosdigitais 30
Figura 36: Rugosímetro analógico 31
Figura 37: Apalpador 31
Figura 38: Esquema de funcionamento de um rigosímetro 32
Figura 39: Projetor de perfil 33
Figura 40: Ilustração de um filiete, rosca interna e externa 34
Figura 41: Demonstração de uso de uma rosca 34
Figura 42: Tipos de roscas, perfil do filiere e aplicação 35
Figura 43: Identificação do número de fios por polegada, ângulode um filiete e ângulo de inclinação dos filietes de uma rosca tipo cônica 36
Figura 44: Ilustração de uma rosca paralela e uma rosca tipo cônica, respectivamente 36
Figura 45: Rosca com sentido a direita e a esquerda respectivamente 37
Figura 46: Nomenclatura das partes da rosca 37
Figura 47: Denominações das partes componentes de uma rosca 40
Figura 48: Relógio típico com curso de 10 mm eresolução de 0,001 mm 42
Figura 49: Relógio apalpador 42


SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 7
APARELHOS DE MEDIÇÃO 8
1 RELÓGIO COMPARADOR 8
1.1 DESCRIÇÕES, PRINCIPIOS DE FUNDAMENTOS E UTILIDADE 8
1.1.1 Princípio de funcionamento 9
1.1.2 Tipos e modelos 9
1.1.3 Exemplo de aplicação 11
1.1.4 Medição com relógio comparador 12
1.1.5 Relógio comparador e a medição (indicação) direta 12
1.1.6 Relógiocomparador e a medição indireta 13
1.1.7 Relógio comparador e a ciência da sua leitura 13
1.1.8 Procedimento para leitura direta 14
2 PAQUÍMETRO 15
2.1 TIPOS DE PAQUÍMETRO 16
2.2 RESOLUÇÕES 19
2.3 LEITURA DA MEDIDA 20
2.3.1 Exemplos de leitura de medida 21
2.4 COMPORTAMENTO METROLÓGICO 23
2.5 APLICAÇÕES DO PAQUÍMETRO 24
2.6 CUIDADOS E MANUSEIO 26
3 MICRÔMETRO 26
4 TRAÇADOR DE ALTURA29
5 RUGOSÍMETRO 30
6 PROJETOR DE PERFIL 32
7 IDENTIFICADOR DE ROSCAS 33
7.1 SENTIDO DE DIREÇÃO 36
7.2 NOMENCLATURA DAS ROSCAS 37
7.3 QUALIDADE DOS ELEMENTOS ROSCADOS 38
7.3.1 Dimensões dos componentes 38
7.3.2 Proteção contra corrosão 39
7.3.3 Coeficiente de atrito 39
8 RELÓGIO APALPADOR 40
CONSIDERAÇÕES FINAIS 43
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 44

INTRODUÇÃO

A medição é uma operaçãoantiqüíssima e de fundamental importância para diversas atividades do ser humano. Na comunicação, por exemplo, toda vez que se quantifica um elemento, se está medindo, isto é, comparando este elemento com uma quantidade de referência conhecida pelo transmissor e receptor da comunicação.
O comércio é outra atividade onde a medição é fundamental: para que transações comerciais possam ser...
tracking img