Metrologia no ensino da reta real

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 58 (14305 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL – UFRGS
INSTITUTO DE MATEMÁTICA
LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO

LEANDRO SUBTIL MOURA

A METROLOGIA NO ENSINO DA RETA REAL

PORTO ALEGRE
2011

2

LEANDRO SUBTIL MOURA

A METROLOGIA NO ENSINO DA RETA REAL

Trabalho de Conclusão do Curso apresentado à
Universidade Federal do Rio Grande do Sul,
curso de Matemática Licenciatura,como requisito
parcial para a obtenção de grau de Licenciado em
Matemática.
Orientador: Profº Dr. Carlos Hoppen

PORTO ALEGRE
2011

3

LEANDRO SUBTIL MOURA

A METROLOGIA NO ENSINO DA RETA REAL

Trabalho de Conclusão do Curso apresentado à
Universidade Federal do Rio Grande do Sul,
curso de Matemática Licenciatura, como requisito
parcial para a obtenção de grau de Licenciado em
Matemática.Orientador: Profº Dr. Carlos Hoppen

Comissão Examinadora:

Profº. Dr. Alvino Alves Sant’Ana
Professor do Instituto de Matemática da UFRGS

Profº. Dr. Marcus Vinicius de Azevedo Basso
Professor do Instituto de Matemática da UFRGS

Porto Alegre, 08 de julho de 2011

4

“Muitas
feitas

descobertas importantes
investigando

decimal”.
(F. K. Richtmyer)

a

próxima

foram
casa

5

RESUMO
Este trabalho tem porobjetivo trazer a Metrologia para sala de aula,
motivando os alunos no estudo da reta real, melhorar a compreensão da reta real
e conhecer a Metrologia como ciência e área de trabalho, através de atividades
elaboradas. As práticas ocorreram em uma escola estadual, localizada na zona
sul de Porto Alegre, com alunos que frequentam a 8ª Série do ensino fundamental
regular, no turno da tarde, nototal de três encontros, sendo que cada encontro
durou dois períodos de 50 minutos. As atividades consistem em padronizar
medidas, perceber as diferenças entre instrumento digital e analógico com o
intuito de transferir esta diferença para a reta e, ao realizar medições, os alunos
percebam a necessidade de aproximar medidas usando o erro, além da
construção da reta. Além de trazer todo odesenvolvimento das atividades
realizadas na escola, este trabalho traz aspectos teóricos sobre a reta real, os
conceitos que envolvem a Metrologia, o desenvolvimento histórico em busca da
padronização do metro e a história da Metrologia no Brasil.
Palavras-chave:
Matemática; Metrologia; Reta Real; Ensino

6

ABSTRACT
The aim of this work is to devise activities that bring the concept of
Metrology into theclassroom. Our main objectives include motivating students to
study the real line and presenting Metrology as a science and as a field of work.
The students are eight-graders in a school ran by the state government in Porto
Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil. Our activities consisted of three meetings, each
lasting two regular 50-minute time-slots. They were designed to address the
followingsubjects: (1) the need of universally-accepted units to measure
quantities; (2) the difference between analogical and digital measurements, and its
connection with error estimates; (3) the construction of the real line based on
successive approximations of real segments. This work contains a full report about
these activities. Moreover, it includes theoretical aspects about the construction of
the realline, a description of Metrology and of the many concepts associated with
it, and a short survey of its development as a science in the world and in Brazil.
Keywords:
Mathematics; Metrology; Real line; Mathematical teaching;

7

LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Figura 1: Folheto com quadrinhos ilustrativos, criado por Fábio Simas em 1979,
servidor do IPEM, mostra que não é de hoje a preocupação com mediçõescorretas. ................................................................................................................13
Figura 2: Pirâmide que representa a cadeia de rastreabilidade ...........................17
Figura 3: Alguns Exemplos de medidas usando partes do corpo. .......................21
Figura 4: AB é menor do que CD , mas 4 AB é maior do que CD ......................26
Figura 5:...
tracking img