Metodos matematicos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 13 (3129 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
POR QUE PARECE TÃO DIFÍCIL FAZER CÁLCULO MENTAL?

Tifani Teixeira Gonçalez[1]
Paula de Oliveira Baladão[2]


O Cálculo Mental no Desenvolvimento Humano

Normalmente só lembramos da importância de saber fazer cálculos de cabeça quando encontramos situações específicas do cotidiano. Estimar por quanto sairão as compras do supermercado, ou quando se faz a divisão da conta dorestaurante ou ainda, se o troco recebido está correto. Por que parece tão difícil fazer cálculo mental?
No colégio nos ensinam as regras das operações e o que a mente procura fazer é repetir tal como escrevemos no papel o processo mental. Entretanto, mentalmente, não acontece assim e aqueles que possuem facilidade para esta habilidade mostram-se mais capazes não só em matemática como no modoconseguem relacionar melhor comportamentos e formas de pensar mais ágeis para suas vidas.
As crianças que são estimuladas a efetuar o cálculo mental demonstram, em geral, mais segurança ao enfrentar situações-problema: mostram-se mais autônomas e com uma capacidade mais ampla de escolher caminhos para obter a solução de um problema. Por fim, parecem compreender com mais facilidade as técnicasusuais de cálculo, como a do "vai um", por exemplo.
Além disso, o cálculo mental estimula a compreensão do sistema de numeração decimal. Por exemplo, quem decompõe mentalmente o número 423 em 400 + 20 + 3, mostra que compreende o princípio aditivo e o valor posicional do nosso sistema de numeração. Numa adição podemos trocar a ordem das parcelas e o resultado não se altera; na adição com trêsparcelas podemos associá-las de qualquer maneira.
Ao praticar o cálculo mental precisamos primeiro, observar os números que vão ser somados para, em seguida, escolher um procedimento vantajoso: somar os iguais? Apoiar-se no dez, no cem ou no mil? Decompor as parcelas e associá-las convenientemente? Qual é o processo mais adequado? Além disso, às vezes, depois de escolhido um procedimento,percebemos que há outro melhor. É importante que as pessoas desenvolvam suas próprias técnicas de cálculo e não fiquem limitadas a um único processo. Tudo isto estimula o raciocínio.
O que se observa em sala de aula é que, em geral, mesmo os professores possuem dificuldade para fazer cálculos mentalmente, por isso este trabalho visa mostrar técnicas básicas que facilitarão a tarefa doprofessor dentro da escola bem como em seu cotidiano. De igual maneira estas técnicas podem ser repassadas aos alunos em forma de oficinas.
O trabalho é apresentado na forma de resolução de cálculos, levando à possibilidade de diversas maneiras de agrupamento e reagrupamento de valores numéricos. Ao compartilhar este tipo de experiência com os profissionais da educação, espera-se levantar questõesmatemáticas significativas que são abordadas pela mente infantil.


1. PRINCIPAIS TÉCNICAS DO CÁLCULO MENTAL
Quando nos interessa mais obter um cálculo rápido do que exato, podemos recorrer a duas técnicas que nos dão resultados aproximados. Deve-se levar em conta que à medida que o arredondamento for maior, mais nos afastamos dos resultados reais.

1.1. Arredondamento: consiste emsubstituir os dígitos por zeros. Exemplo: o saldo anual de um trabalhador que recebe 1.207,75 Reais por mês pode ser calculado multiplicando-se R$1.200,00 por 12 meses, ou seja, um resultado aproximado de R$14.400,00, ainda que o valor real seja de R$ 14.493,00.
1.2. Truncamento: com esta técnica eliminamos os decimais, que sempre dificultam as operações matemáticas. Exemplo:48,56 + 6,12 = 49 + 6 = 55
(valor real = 54, 68)

1.3. Como arredondar números
• Os números que terminam entre 1 e 4 são arredondados ao menor número anterior terminado em zero. Exemplo: 74 é arredondado para o número inferior mais próximo, ou seja, 70.


• Os números que terminam com dígito 5 ou maiores devem ser arredondados ao número superior mais próximo....
tracking img