METODOLOGIA

Páginas: 5 (1062 palavras) Publicado: 19 de junho de 2015
METODOLOGIA

Método
O presente trabalho ira usar o método monográfico, pois a pesquisa consiste num estudo de caso, em que, segundo

Porque pretendemos ver o impacto que a conjuntura social teve na estética lírica
Musical, partimos do colectivo para o específico. Assim sendo usamos ao método dedutivo que segundo Silva e Menezes (2001, p. 25):
“O raciocínio dedutivo tem o objectivo de explicaro conteúdo das premissas. Por intermédio de uma cadeia de raciocínio em ordem descendente, de análise do geral para o particular, chega a uma conclusão.”

Na mesma perspectiva Lakatos e Marconi (2003, p.86), acrescentam que este método fundamenta-se nas premissas que levam inevitavelmente a conclusão verdadeira, enquanto no indutivo, conduz apenas a conclusões prováveis. E como pretendemos terconclusões e não probabilidades, escolhemos este em detrimento dos outros.

O período entre os anos 1975 e 1994, foi escolhido pelo facto de ter sido a altura em que a MLM a nível de produção da musical, se consolidou. Músicos como Chico António, Elsa Mangue e Elvira Viegas venceram o prémio da RFI decouverte (Lichuge 2005, Nhassavele 2010). E na mesma fase a nação moçambicana sofre transformaçõesprofundas de ordem social, política e económica. Lichuge (2005, p.33) afirma:

“Durante toda a década 80, a música moçambicana pela primeira vez, teve a oportunidade de expressar a sua realidade sócio-cultural e politica sem qualquer tipo de restrições. Foi uma época de confirmação da configuração da música ligeira moçambicana, que se manteve até 1986/1987
Para a análise de conteúdos, fizemosaudições musicais recorrendo a discoteca da RM, pelo facto desta conter o maior, senão o único espólio minimamente organizado de música ligeira moçambicana da época em estudo. A outra razão por detrás desta escolha, prende-se com o facto desta rádio ter tido o papel de órgão difusor (radiofónico) único até a liberalização da economia, que teve como consequência o surgimento de rádios privadas, e ao factodesta ser proprietária do estúdio de gravação que registou grande parte de obras do repertório deste tipo de música10. Ainda na análise de conteúdos, escutamos vários programas radiofónicos da RM (emissão nacional e emissor Provincial de Maputo), duma forma aleatória afim de captar alguma música que não tenhamos tido a oportunidade de escutar por razões diversas e usamos também o acervo musicalpessoal e de amigos, fazendo uma audição média diária de quatro horas, durante cerca de três meses. As audições permitiram-nos aceder a estética lírica, donde tiramos as nossas ilações e fizemos as respectivas analogias entre a sociedade e arte, neste caso sociedade moçambicana e a música ligeira moçambicana, através dos seus conteúdos textuais.

Importante frisar que esta actividade, foi feitaduma forma contínua, pois na nossa visão trata-se do coração do nosso estudo.As pesquisas bibliográficas como já frisamos, consistiram em consultar alguns teóricos sobre as matérias retratadas neste estudo. A análise documental foi feita nos arquivos da RM, isto para sabermos em relação as músicas, quando, quem as gravou, quando estas foram para o ar e se houve censura ou não. Esta foi um poucoproblemática visto que o arquivo não está tão bem organizado, e nem sempre é fácil achar documentos escritos e sistematizados. Por outro lado a discoteca está bem organizada nas ficheiros audio.

Lemos alguns artigos da Revista Tempo (1975-1994), duma forma aleatória, isto para nos permitir ter acesso à dinâmica social, fomos lendo vários artigos sobre situações do dia a dia, para daí tirar algumsustento para as nossa premissas.

4.2 Técnicas
Usamos os seguintes paradigmas teóricos para a análise:
1. Para os textos baseamo-nos na visão de Shuker (1998), que defende que
análise de qualidade formais dos textos e não a semiótica, isto para os permitir identificar os temas musicais mais marcantes, os compositores mais influentes e as principais temáticas líricas abordadas. Analisamos apenas o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Metodologia
  • Metodologia
  • Metodologia
  • Metodologia
  • Metodologia
  • METODOLOGIA
  • METODOLOGIA
  • Metodologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!