Metodologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4797 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE – UNIBH

ELLUZA ROCHA RIBEIRO

FLUXO DE CAIXA

Um instrumento de controle gerencial para tomada de decisões

Belo Horizonte
2011

2

ELLUZA ROCHA RIBEIRO

FLUXO DE CAIXA

Um instrumento de controle gerencial para tomada de decisões

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao
Centro Universitário de Belo Horizonte como
requisitoparcial à obtenção do título de
Especialista em Gestão de Negocios
Área de concentração: Administração Financeira

Aluno: Elluza Rocha Ribeiro
Professor Orientador: Myrene Buenos Aires

Belo Horizonte
2011

1

Fluxo de caixa: Um instrumento de controle gerencial para tomada de decisões
Elluza Rocha Ribeiro1
Myrene Buenos Aires2

RESUMO
Este artigo teve como propósito mostrar como asempresas de pequeno porte
podem utilizar as demonstrações de fluxo de caixa como ferramenta de auxílio nas
tomadas de decisões e gerenciamento de entradas e saídas a curto e longo prazo.
Com o uso de um estudo de caso, foram feitas observações e entrevistas informais
em uma empresa do ramo de comércio e em pequenas empresas do mesmo setor.
Nesta observação foi possível perceber como são feitosos controles financeiros nas
empresas e como os gestores utilizam o fluxo de caixa no dia a dia. Para a análise
dos resultados, o estudo abordou conceitos de fluxo de caixa, sua importância para
as organizações, as causas de falta de recursos nas empresas e a relação das
DFC’s com a DRE. Os resultados mostraram que as empresas utilizam
constantemente o fluxo de caixa para servir como base emtodas as decisões
relativas às questões financeiras da empresa.

Palavras-chave: Fluxo de Caixa, Decisões, Pequenas empresas, DFC’s.

1 INTRODUÇÃO

Atualmente, segundo dados do SEBRAE, 27% das empresas de pequeno
porte encerram suas atividades antes mesmo de completar um ano de mercado.
Cerca de 58% sobrevivem até os cinco anos e uma média de 62% das restantes
conseguem manter-seativas.
Uma das causas mais frequentes para o fechamento das micro e
pequenas empresas em início de atividade é a falta de preparo e planejamento dos

1

Profissional da área de Administração e aluno do curso de Especialização em Gestão de Negócios do Centro
Universitário de Belo Horizonte.
E-mail: elluzaribeiro@ig.com.br
2
Porfessor orientador. Mestre em Administração UNIPEL/2010.
E-mail:myrenebaires@yahoo.com.br

2

gestores. A ausência de um perfil empreendedor aliado à falta de planejamento
prévio adequado e à deficiência das políticas de incentivo ao pequeno investidor
acabam sendo condições relevantes para tal fato.
Em meio a este cenário, uma importante ferramenta de gestão se torna
essencial para aquelas empresas que conseguiram passar pela fase de aprovação
nomercado, ou seja, pelos primeiros cinco anos de existência. Essa ferramenta é o
fluxo de caixa. Através dele, é possível relacionar o previsto e o realizado para
despesas e receitas tanto a curto como a longo prazo. Desta forma, ele se torna uma
importante base de auxílio na tomada de decisões sejam elas de qualquer natureza.
Este artigo usará como base para estudo uma empresa de pequeno porte
doramo do comércio. A RR Vidros (nome fictício) está atuando no comércio de
vidraçarias de Belo Horizonte a pouco mais de cinco anos. Ela é uma empresa
familiar e conta atualmente com cinco colaboradores, sendo eles dois sócios, uma
telefonista, um vendedor externo e dois funcionários que cuidam da parte da
instalação dos serviços. Além deles, são contratados esporadicamente instaladores
deacordo com a demanda de trabalho.
O mercado de vidraçarias na cidade é bastante concorrido, mas pode-se
dizer que ainda tem espaço para todos. Existem grandes empresas tradicionais, mas
também existem as pequenas que andam investindo constantemente em novas
tecnologias em busca do crescimento.
A partir do contexto apresentado, a pergunta que norteia este trabalho é:
como os gestores das...
tracking img