Metodologia utilizada no processo de ensino da leitura e da escrita a pessoas idosas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

A expectativa de vida dos brasileiros tem aumentado significativamente nos últimos anos, sendo considerado o crescimento no número de pessoas idosas em todo o país, os quais 5,1 milhões fazem parte de um quadro de analfabetos ou analfabetos funcionais (pessoas que não conseguem ler e escrever plenamente). Entretanto a proposta visará à pesquisa de uma metodologia que deve serexplorada para a eficácia da aprendizagem da leitura e da escrita desse público idoso, considerando que o processo cognitivo de aprendizagem de uma pessoa na terceira idade é diferente da aprendizagem em qualquer outra fase humana.

Talvez seja estranho abordar a relação velhice/educação, já que a sociedade adota como parâmetros educacionais tradicionais a infância e a juventude, porém, anecessidade de investigar, está em considerar que a educação passe a ser colocada a partir do interesse incessante do aprender, do evoluir e do transformar, possibilitando que o idoso também seja inserido em universos ainda desconhecidos. Sabemos que a educação tradicional escolar adota métodos pedagógicos e específicos direcionados a determinada fase de vida do aluno do ensino regular, entretantopessoas com mais idade, neste caso, idosos que por vários motivos, durante seu longo período de vida, foram exclusos de seu direito de saber ler e escrever, não podem ser privilegiados com esses métodos, até mesmo porque o ritmo de aprendizagem nesta fase é diferente (mais lenta), Mesmo com tanta dificuldade idosos a partir dos 60 anos de idade, estão buscando subsídios e novas alternativas parater a oportunidade de aprendizagem, com o intuito de resgatar o direito a cidadania, uma nova inserção a sociedade e integração como sujeito pelo uso de sua sabedoria em meio a família e no campo social. Assim programas como a Educação de Jovens e Adultos (EJA), recebem em grande número pessoas com ou acima de 60 anos. Mas a dificuldade também existe nos alfabetizadores que na maioria das vezesnão estão devidamente treinados a lidar com essas pessoas de forma diferenciada e com modalidades especiais próprias ao ensino de acordo com a idade.

Problematização

Durante o processo de envelhecimento o corpo e a mente sofrem inúmeras alterações e transformações funcionais; são alterações de nível cognitivo e emocionais os quais se manifestam de diferentes formas. Entretanto o focoprincipal está relacionado ao declínio do processo cognitivo de aprendizagem da leitura e da escrita de pessoas na terceira idade que são analfabetas, existindo a necessidade de uma metodologia especializada. Considerando tal dificuldade qual será a metodologia específica para se trabalhar com idosos em seu processo de aprendizagem da leitura e escrita?

Sabemos que a cognição estárelacionada à memória e a atenção, e que pessoas com ou acima de 60 anos podem perder a capacidade de detectar, relatar, formular conclusões, fazer interpretações, compreender enunciados, preservar e processar informações (HAYFLICK, 1996). Existindo dessa forma dificuldades diversas, na implantação de atividades educacionais de leitura e escrita a esse publico. Mas tais problemas, não estão significando queidosos devem ser exclusos da aprendizagem da leitura e da escrita da língua materna, pois é direito que estejam integrados a oportunidades educacionais, proporcionando ganhos de evolução na sua velhice, com trocas de vivencias e conhecimentos em meio à sociedade os tornando autônomos e plenos cidadãos. Seguindo esta linha de pensamento busca-se uma modalidade específica para atender asdificuldades existentes no processo cognitivo de aprendizagem de idosos analfabetos, metodologia essa com alguns aspectos da pedagogia Freiriana, principalmente em se tratando do aproveitamento do potencial lingüístico trazidas por essas pessoas. Essa metodologia consiste dentro do paradigma construtivista, fazendo uma junção das novas informações ao conhecimento prévio que a eles pertence, tornando mais...
tracking img