Metodo sarte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4862 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO
O Método Biográfico em Sartre: contribuições do Existencialismo para a Psicologia
The Biographical Method in Sartre: Exististential contributions to Psychology
Daniela Ribeiro Schneider* Professora do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC - Florianópolis, SC, Brasil
Resumo A crise epistemológica da psicologia no início do século XX, por estar cindidaentre as perspectivas objetivistas e subjetivistas, passou a exigir do meio científico aportes teóricos para a sua superação. A fenomenologia forneceu elementos filosóficos e metodológicos para estabelecer a crítica ao psicologismo e elaborar a possibilidade de novas perspectivas para a disciplina. Sartre, por ela influenciado, assim como pelo marxismo, constituiu uma concepção histórica edialética que está no cerne da proposição de uma psicologia existencialista. Em especial, o método biográfico, por ele implementado, tem muito a contribuir para a construção de uma metodologia para a psicologia que supere a dicotomia objetivismo/ subjetivismo e possibilite a construção da disciplina em novos parâmetros. Neste artigo são explicitados os pressupostos teórico-metodológicos do métodobiográfico em Sartre, sendo discutida sua aplicação prática realizada no livro Saint Genet: comédien et martyr. Palavras-Chave: Jean-Paul Sartre; Psicologia Existencialista; Biografia; História de Vida; Jean Genet.
Abstract The epistemological crisis in psychology at the start of the twentieth century, torn as it was between objectivist and subjectivist perspectives, began to demand from the scientificworld a theoretical contribution in order to overcome this impasse. Phenomenology provided philosophical and methodological elements in order to establish a critique of psychologism, and to open the way to the development of new perspectives in this field. Sartre, thus influenced, and inspired by Marxism, elaborated a historical and dialectic concept which forms the core of the theory ofexistentialist psychology. In particular, the biographical method which he implemented contributed greatly to a method of psychology which goes beyond objectivism/subjectivism and allows for the development of the field within new parameters. In this article, the fundamental theory-methodologies of Sartre’s biographical method are explained. I also discuss their practical application in his book, SaintGenet: comédien et martyr. Keywords: Jean-Paul Sartre; Existentialist Psychology; Biography; Life history; Jean Genet.
O início do século XX foi marcado pelos questionamentos ao establishment das disciplinas nascidas nos séculos anteriores, que buscavam se
ISSN: 1808-4281 ESTUDOS E PESQUISAS EM PSICOLOGIA, UERJ, RJ, ANO 8, N.2, P. 289-308, 1° SEMESTRE DE 2008http://www.revispsi.uerj.br/v8n2/artigos/pdf/v8n2a13.pdf
289

consolidar como científicas, utilizando-se para tanto, na maior parte das vezes, da perspectiva positivista: sociologia, antropologia, história, economia, entre outras. As críticas à lógica causalista, ao modelo mecanicista, à démarche empirista, que consolidaram o chamado cientificismo, se faziam presentes em várias áreas de produção do conhecimento. A reflexão sobre osfundamentos da psicologia estava no bojo desse contexto mais abrangente. A crise epistemológica da psicologia do início do século XX foi debatida por vários teóricos, entre eles Vigotski (1996) e Politzer (1965), que questionavam o fato da disciplina ter ficado retida na dicotomia entre um subjetivismo e um objetivismo sem recursos, sem conseguir superá-los. Estes teóricos representam certo momentode ebulição da crítica à psicologia científica que se consolidava, puxada, por um lado pela psicologia fisiológica, psicologia experimental e a nascente psicologia comportamental e, por outro, pela psicanálise e suas correlações com a clínica e com a psiquiatria. A fenomenologia, filosofia constituída a partir dos trabalhos de Edmund Husserl, no final do século XIX, fornecia elementos...
tracking img