Metil matou um cara

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (769 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
METIL MATOU UM CARA – uma histórial radical, livre.
São Pauling, Ponte de Hidrogênio, noite de 15 de novembro. Um elemento está prestes a ter uma reação precipitada.
Policial: Atenção Metil, vocêestá cercado! Seus dias de Radical Livre acabaram! - Fótons são tiradas pela imprensa
Repórter: Estamos aqui onde um Radical Livre ameaça decair da Ponte de Hidrogênio. De acordo com as autoridades,Metil Matou um Cara!
Policial: Metil, você é culpado por causar envelhecimento precoce, enfisemas, e até câncer! Entregue-se, você precisa ir pra CADEIA!
Metil: NUNCA! Sou um radical LIVRE! E sealguém se aproximar, eu vou REAGIR! Policial: Cuidado, rapazes, ele tem o número ímpar de elétrons.
Psicóloga: Ele é instável assim porque teve uma infância isenta de antioxidantes. Policial, deixe que euvá conversar com ele.
Policial: Ok, mas tome cuidado! Se chegar muito perto ele pode te roubar elétrons. Psicóloga: Não se preocupe, farei uma ligação.
Psicóloga: Metil, desça daí! Sempre há umasolução!
Metil: Não sou mais parte da solução, em breve serei um precipitado.
Psicóloga: Vim para neutralizar essa situação. Conte-me o que houve.
Metil: Bem… Tudo começou há um tempo atrás, na ilhado Mol.
Metil: Encontrei AMINA PERFEITA na balada e fui xavecá-la. Afinal, precipitado que sou, decantada eu entendo.
Metil: “Aê, Amina! Se beleza desse cadeia, você seria uma aromática, suacheirosa!” Ela riu potássios! “KKKK”…
Senti que estava rolando uma química entre nós. Tinhamos uma ligação muito forte, sabe? Seu nome era Kátion, era uma garota muito positiva.
Mas com o tempo a relaçãofoi ficando saturada. Eu dizia: “O amor é fogo que arde sem se ver”. Ela respondia: O nome disso é METANOL!
“Metanol?” – disse eu. Foi então que descobri que Kátion era uma DEPENDENTE QUÍMICA. Fuitrocado por um ÁLCOOL!
Amina pisou no meu S2 com sua Butinona. Minha vida amorosa seguia o Princípio da Incerteza. Era como viver uma meia-vida!
Fiquei tão negativo que nem as piadas do ácido...
tracking img