Metais pesados

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4329 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO3
2. AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL AOS METAIS4
3.1. Metais Pesados: Um Perigo Eminente 4
3. ARSENIO8
4.2. CARACTERISTICAS PRINCIPAIS8
4.3. APLICAÇÕES9
4.4. TOXICOLOGIA9
4.5. PRECAUÇÕES10
4. CHUMBO11
5.6. CARACTERISTICAS PRINCIPAIS11
5.7. APLICAÇÕES12
5.8. TOXICOLOGIA13
5.9. EFEITOS TOXICOS155. CONCLUSÃO17
6. BIBLIOGRAFIA18

1. INTRODUÇÃO
O mercúrio (Hg) é um metal líquido pesado branco-prateado, inodoro e de fácil volatilização. Na natureza é encontrado em três formas: mercúrio metálico, sais inorgânicos de mercúrio e mercúrio orgânico, que se diferem pelos aspectos toxicológicos de absorção, transporte e excreção (do metal) e pelo quadro clínico do paciente.
Adenominação mercúrio decorre de uma homenagem ao planeta Mercúrio que conforme a mitologia romana é o mensageiro dos deuses, também o deus dos mercadores, filho de Júpiter e Maia, correspondente ao deus grego Hermes. Os romanos o chamaram de hidrargiro, derivado do termo Hydrargyrum em latin, que significa prata liquida (hidro = elemento de composição que indica água e árgyros = prata) e originou asigla Hg0 na tabela periódica dos elementos químicos.
O chumbo induz uma anemia microcítica hipocrómica frequentemente observada em crianças e que é morfologicamente semelhante à que resulta da deficiência em ferro. Esta anemia resulta de dois factores: diminuição do tempo de semi-vida dos eritrócitos e inibição da síntese do heme. A diminuição do tempo de semivida dos eritrócitos deve-sepossivelmente ao aumento da fragilidade mecânica das membranas celulares.
O arsênio apresenta três estados alotrópicos: cinza ou metálico, amarelo e negro. O arsênio cinza metálico (forma α) é a forma mais estável nas condições normais e tem estrutura romboédrica; é um bom condutor de calor, porém um péssimo condutor elétrico.

2. AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO OCUPACIONAIS AOS METAIS
A expressão “metalpesado” é comumente utilizada para designar metais classificados como poluentes, englobando um grupo muito heterogêneo de metais, semi-metais e mesmo não metais como o selênio. O mercúrio é um dos elementos com maior frequência na lista de metais pesados (CETESB, 2001)
Considerado não essencial, ou seja, não é um componente normal dos tecidos de organismos vivos, sua concentração é muito variávelde um organismo para outro, sua ausência não causa nenhuma anormalidade conhecida e não participa de nenhuma atividade indispensável ao pleno funcionamento orgânico. Sua presença é, por outro lado, considerada danosa aos fenômenos químicos que suportam a vida (JOSINO et al., 1997).O adjetivo "pesado" é literal, resultado de esses materiais serem mais densos - isto é, seus átomos ficam mais próximosuns dos outros. Para ter uma idéia, 1 centímetro cúbico de um metal considerado leve, como o magnésio, pesa 1,7 grama. Já 1 centímetro cúbico de qualquer metal pesado tem pelo menos 6 gramas. E onde entram os riscos para a saúde? Em contato com o organismo, esses metais acabam atraindo para si dois elementos essenciais do corpo: proteínas e enzimas. Eventualmente eles se unem a algumas delas,impedindo que funcionem - o que pode levar até à morte. "Os metais pesados também se ligam às paredes celulares, dificultando o transporte de nutrientes", diz o químico Jorge Masini, da USP. Mesmo assim, o organismo também tem necessidade de pequenas quantidades de alguns desses metais.
3.1. Metais Pesados: Um Perigo Eminente |

Acredita-se que os metais talvez sejam os agentes tóxicosmais conhecidos pelo homem. Há aproximadamente 2.000 anos a.C., grandes quantidades de chumbo eram obtidas de minérios, como subproduto da fusão da prata e isso provavelmente tenha sido o início da utilização desse metal pelo homem.Os metais pesados diferem de outros agentes tóxicos porque não são sintetizados nem destruídos pelo homem. A atividade industrial diminui significativamente a...
tracking img