METACAULIM

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8135 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de agosto de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Jacivaldo Souza
Jéssica Quadros
Marcelo Costa
Vivianne Machado

METACAULINITA
BENEFICIAMENTO DO REJEITO DO CAULIM

BELÉM-PA
2013

FACULDADE IDEAL
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL
TURMA: ECN5A
ALUNOS:
Jacivaldo Souza
Jéssica Quadros
Marcelo Costa
Vivianne Machado

METACAULINITA
BENEFICIAMENTO DO REJEITO DO CAULIM

Trabalho apresentado à disciplina de
Materiais de Construção Civil I como
requisito deavaliação orientada pelo
professor Jefferson Lima.

BELÉM-PA
2013

RESUMO
Este estudo teve como objetivo adquirir conhecimento sobre uma importante adição mineral
proveniente do beneficiamento do caulim que é a metacaulinita. Devido à necessidade de dar um
destino viável economicamente e financeiramente ao rejeito do caulim, já que este resíduo em si
não é tóxico, verificou-se que estematerial seria excelente para a fabricação de uma super pozolana
que é a metacaulinita de alta reatividade. Com a utilização deste material na construção civil, mais
precisamente como composto do cimento e/ou argamassa obteve-se um alto desempenho destes, já
que com o emprego da mesma tem-se um material muito resistente à compressão, tração e a
abrasão. Através do estudo de caso verificou-se tambémque com o emprego da metacaulinita, temse uma boa atividade pozolânica e uma argamassa quimicamente e fisicamente resistente quando
substituída parcialmente. Dessa forma aumentando a empregabilidade deste material na construção
civil, levando em consideração a relação custo benefício, principalmente em relação a obter um
concreto com maior resistência em longo prazo.
Palavras-chave: Caulim,Metacaulinita, Alta Reatividade, Alto Desempenho, Cimento,
Resistência.

LISTA DE TABELAS
1 – Tabela 8.1.1: Requisitos químicos de materiais pozolânicos do tipo metacaulim por
diferentes normas técnicas ........................................................................................................ 21
2 – Tabela 8.4.1: Características do rejeito in natura e calcinado em diversastemperaturas ... 24
3 – Tabela 8.4.2: Comparação entre características físicas e químicas do rejeito calcinado ... 25
4 – Tabela 9.1.2.2.1: Áreas específicas das amostras de caulim in natura e calcinadas ........... 28
5 – Tabela 9.1.2.3.1: Índice de atividade pozolânica com a cal das amostras de caulim
calcinadas nas diversas temperaturas....................................................................................... 29
6 – Tabela 9.1.2.4.1: Índice de atividade pozolânica com o cimento das amostras de caulim
calcinadas nas diversas temperaturas ....................................................................................... 29
7 – Tabela 10.1.1.1: Principais características das argamassas produzidas ............................. 34
8 – Tabela 10.1.2.1: Resultados dos ensaios deresistência à compressão e à tração ............... 34
9 – Tabela 10.1.3.1: Absorção por capilaridade das mituras .................................................... 35

LISTA DE FIGURAS
1 – Figura 1.1: Caulim .............................................................................................................. 10
2 – Figura 1.2: Estrutura cristalina da caulinita........................................................................ 10
3 – Figura 1.3: Localização das jazidas de caulim na amazônia .............................................. 11
4 – Figura1.4: Deposição dos resíduos cauliníticos em lagoas de sedimentação ..................... 11
5 – Figura 4.1.1: diagrama simplificado do beneficiamento de caulim, via úmida.................. 16
6 – Figura 4.1.2: Fluxogramade produção da metacaulinita ................................................... 16
7 – Figura 6.1: Comparativo da granulometria dos grãos de metacaulim e cimento ............... 19
8 – Figura 9.1.2.1.1: Termografia das amostras do caulim in natura ....................................... 28
9 – Figura 10.1.4.1.1: Avaliação da resitência à compressão aos 28 dias das argamassas
estudadas...
tracking img