Mercosul

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1050 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O MERCOSUL

O Mercosul foi criado em 26/03/1991. Seus membros são os países: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela (entrou em julho de 2006). Já o Chile, Equador, Colômbia, Peru e Bolívia poderão entrar como membros, mas participam até o momento como países associados ao Mercosul. Os objetivos do Mercosul é de reduzir ou eliminar impostos, proibições e restrições entre seus produtos,ou seja diminuir barreiras para melhora a circulação comercial entre seus membros.

Constitui uma zona de livre comércio entre os países membros. Com isso, cerca de 90% das mercadorias produzidas, podem ser comercializadas sem tarifas comerciais. É estabelecido um plano de uniformização de taxas de juros, índice de déficit e taxas de inflação. Futuramente, há planos para a adoção de uma moedaúnica, a exemplo da União Européia.

Os países do Mercosul juntos concentram uma população estimada em 311 milhões de habitantes e um PIB de aproximadamente 2 trilhões de dólares. O Brasil assumiu a liderança do bloco econômico e a Argentina assumiu a segunda colocação. O Brasil exporta, principalmente para os países parceiros, automóveis bem como suas peças de manutenção, bebidas, cigarros, café,açúcar, aparelhos eletrônicos, óleos e calçados.

Os conflitos comerciais entre Brasil e Argentina

As duas maiores economias do Mercosul enfrentam algumas dificuldades nas relações comerciais. A Argentina está impondo algumas barreiras no setor automobilístico e da linha branca (geladeiras, micro-ondas, fogões), pois a livre entrada dos produtos brasileiros está dificultando o crescimentodestes setores na Argentina.
Na área agrícola, argentinos alegam que o governo brasileiro oferece subsídios aos produtores de açúcar. Desta forma, o produto chegaria ao mercado argentino a um preço muito competitivo, prejudicando o produtor e o comércio argentino.
Em 1999, o Brasil recorreu à OMC, pois a Argentina estabeleceu barreiras aos tecidos de algodão e lã produzidos no Brasil. No mesmoano, a Argentina começa a exigir selo de qualidade nos calçados vindos do Brasil. Esta medida visava prejudicar a entrada de calçados brasileiros no mercado argentino.

Com acordo Brasil-Argentina, Mercosul será o quarto pólo produtor de automóveis

03/06/2008

Brasília - O novo acordo automotivo firmado entre Brasil e Argentina, na semana passada, tem como objetivo central fortalecer o setorindustrial do país vizinho e, no médio prazo, transformar a região no quarto pólo produtor de automóveis do mundo.
Foi o que explicou hoje (3) o secretário do Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Meziat. Ele disse que, ao ampliar o limite para a entrada de carros e autopeças argentinos no mercado brasileiro, sem imposto deimportação, até 2013, o Brasil proporciona maior segurança para investimentos estrangeiros no parceiro do Mercosul.

“O governo argentino pleiteia é que haja um maior equilíbrio nos investimentos, que os argentinos possam retomar a sua indústria de autopeças e de automóveis. Eles gostariam de poder vender mais autopeças para o Brasil”, relatou Meziat. “O coeficiente maior para a Argentina é paradar previsibilidade para o investidor de que qualquer investimento que for feito na Argentina, nos próximos anos, terá o mercado brasileiro à sua disposição”, explicou.

O acordo fechado na última sexta-feira, em Buenos Aires, estabelece coeficiente de 1.95 para o acesso do Brasil à Argentina e de 2.5 para a entrada de carros argentinos no mercado brasileiro. Isso significa que, para cada US$ 100que o Brasil vender para a Argentina, o país vizinho poderá exportar US$ 250 para o Brasil, sem imposto de importação.

E para cada US$ 100 exportados pela Argentina ao Brasil, a indústria automotiva brasileira poderá vender US$ 195 para o parceiro do Mercosul. A regra vale para veículos e autopeças. Pelo acordo atual, que expira em 30 de junho, o índice é de 1.95 para os dois países – cada...
tracking img