Mercantilismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2003 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O MERCANTILISMO – AVELÃS NUNES
1. INTRODUÇÃO
O “Sistema Mercantil”: o Mercantilismo
Desenvolvimento do comércio nos finais do XV, graças à clima de maior segurança, rotas marítimas, diminuição de barreiras à circulação de pessoas e mercadorias. Esse processo trouxe para as nações grande acumulação de riqueza, nas mãos de comerciantes e banqueiros.
Não a satisfação das necessidades, mas aobtenção indefinida de um ganho. Perda do ideal medieval de moderação e de desprendimento da riqueza.
Necessidade de definir políticas econômicas capazes de fornecer ao estado e aos cidadãos a riqueza e o poderia indispensáveis à consolidação da soberania e independência. Os Estados Modernos surgem para organizar e dirigir a vida econômica, no meio das perturbações econômicas e sociais da“revolução dos preços” (cuja causa foi o afluxo à Europa de grandes quantidades de ouro e prata, do Novo Mundo).
Sistema em que o comércio corresponde à base do enriquecimento dos estados mais poderosos, e não o saque de uma civilização, por exemplo.
Sem formalização de uma corrente econômica, o Mercantilismo. Nenhum autor do século XVI ao XVIII se designou a si mesmo como mercantilista. Nunca existiu uma‘escola mercantilista’ esclarecida e consciente de si mesma.
Mercantilismo como “sistema de poder” e uma política de unificação nacional.
Unificação do mercado nacional e na laicização dos fins últimos da sociedade, aspectos que as revoluções burguesas e o liberalismo subsequente viriam a concluir. Apologia do trabalho, defesa das atividades manufatureiras, desenvolvimento do comércio e da expansãocolonial, afirmação da vontade de enriquecimento individual e coletivo, como vias de concretização do poderia nacional e do domínio do estado nacional.
2. TIPOS DE MERCANTILISMO
a. Bulionismo espanhol
Conservar no país a maior quantidade possível de ouro e prata. Intervenção do estado no sentido de proibir a saída dos metais preciosos foi ineficaz solução intervencionista: controleautoritário dos câmbios e direitos alfandegários que desencorajassem as importações.
O melhor caminho para obter ouro e prata era o desenvolvimento da agricultura e indústria (autossuficiência), ou seja, produção nacional. Apontam também a inferioridade da Espanha nas relações comerciais com o estrangeiro.
Medidas aduaneiras com objetivos protecionistas.

b. Mercantilismo industrial (França)Sem minais de metais preciosos. O objetivo não podia ser conservar ouro e prata, mas adquirir ouro e prata. Como? Produção e comércio de manufaturados bons.
Investimentos e regulamentação para produção (altíssima qualidade)
Economia nacional completa e autossuficiente.
Regulamentar a produção e sistema eficaz de proteção alfandegária. O Estado invadiu a espera das organizaçõescorporativas, impondo a adoção de técnicas mais eficientes e aperfeiçoadas; recrutar mestres estrangeiros para dirigirem manufaturas reais. Manufaturas com privilégios (isenções fiscais, monopólio temporário de fabrico e de venda, empréstimos, encomendas estatais, privilégios honoríficos). Colbert, ministro de Luís XIV apostou na alta qualidade dos produtos francês, procurando fazer dela o ponto forte da suaofensiva comercial nos mercados extenos.
Política protecionista: proibição da exportação de matérias-primas nacionais; importância livre de matérias-primas estrangeiras, sobretudo aquelas destinadas à produção para exportação; pesada tributação das importações de manufaturados; incentivo à exportação das “ouvrages de mains” (???).
Fortalecer as manufaturas, proteger o mercado nacional,desenvolver amarinha e conquistar os mercados coloniais – e outros mercados externos – eis os pilares em que o mercantilismo francês alicerçou a “guerra do dinheiro”. A preocupação quase exclusiva com o fomento industrial explica que os mercantilistas franceses tenham defendido uma série de medidas regulamentadoras da atividade agrícola, tendentes a assegurar uma produção e uma oferta de alimentos...
tracking img