Mercado real

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1791 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RealMacroeconomia MERCADO DE BENS E SERVIÇOS
(Economia aberta)

Pires Marques

1

(Economia aberta)
ALTERAÇÕES A INTRODUZIR NUMA POSSÍVEL FORMA ESTRUTURAL DE UMA ECONOMIA COM 3 SECTORES PARA OBTER UMA FORMA ESTRUTURAL POSSÍVEL DE UMA ECONOMIA A 4 SECTORES 1º- ALTERAÇÃO DA EQUAÇÃO DE DEFINIÇÃO DA PROCURA AGREGADA

Macroeconomia

D =C +I +G+ X −Z
2º- EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO DASEXPORTAÇÕES DE BENS E SERVIÇOS

X = X
SÃO ALTERÁVEIS NO CURTO PRAZO PELAS EMPRESAS (VARIÁVEL ESTRATÉGICA CONTROLADA PELAS EMPRESAS)

Pires Marques

2

Macroeconomia
3º- EQUAÇÕES DE COMPORTAMENTO DAS IMPORTAÇÕES DE BENS E SERVIÇOS 3.1- IMPORTAÇÕES TODAS AUTÓNOMAS

Z = Z

3.2 - IMPORTAÇÕES FUNÇÃO DO RENDIMENTO E SEM TERMO AUTÓNOMO

Z = mY

3.3 - IMPORTAÇÕES FUNÇÃO DO RENDIMENTO E COMTERMO AUTÓNOMO

Z = Z + mY
Pires Marques

3

Macroeconomia
EM QUE SÃO AS IMPORTAÇÕES QUE NÃO DEPENDEM DO RENDIMENTO. SÃO ALTERÁVEIS NO CURTO PRAZO PELAS EMPRESAS (VARIÁVEL CONTROLADA PELAS EMPRESAS). E

Z

= IMPORTAÇÕES AUTÓNOMAS

m É A PROPENSÃO MARGINAL A IMPORTAR, QUE

MEDE A VARIAÇÃO DAS IMPORTAÇÕES QUANDO O RENDIMENTO VARIA DE UMA UNIDADE MONETÁRIA:

dZ ∆Z m= ou m= dY ∆Y eestável no curto prazo.
Pires Marques

com 0 < m < 1

4

Macroeconomia
DETERMINAÇÃO DO RENDIMENTO DE EQUILÍBRIO E CORRESPONDENTE ANÁLISE DINÂMICA (CÁLCULO DOS MULTIPLICADORES)
(UMA POSSÍVEL FORMA ESTRUTURAL DE UM MODELO A QUATRO SECTORES)

Y=D D=C+I+G+X−Z C=C+cY d Y =Y−T+Tr d T=T+tY Tr Tr = I =I G=G X=X Z=Z+m Y

EQUAÇÃO DE EQUILÍBRIO EQUAÇÃO DE DEFINIÇÃO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTOEQUAÇÃO DE DEFINIÇÃO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO EQUAÇÃO DE COMPORTAMENTO
Pires Marques 5

DETERMINAÇÃO DO RENDIMENTO DE EQUILÍBRIO E CORRESPONDENTE ANÁLISE DINÂMICA

Macroeconomia
FORMA REDUZIDA

Y = C + c Y − (T + tY) + Tr + I + G + X − (Z + mY) C − cT + cTr + I + G + X − Z Y= 1− c(1− t) + mVARIÁVEIS OBJECTIVO

[

]

Y ; SO ; BC

BC = SALDO DA BALANÇA CORRENTE (mede a diferença entre as exportações de bens e serviços e as importações de bens e serviços: BC = X-Z) Neste modelo:
BC = X − Z − mY BC = f (Y ) relaçãoinversa Pires Marques 6

Macroeconomia
BC

X− Z

0 BC

Y

DE POLÍTICA ORÇAMENTAL

T , Tr , G , t

VARIÁVEIS ESTRATÉGICAS
CONTROLADAS PELAS EMPRESAS
I , X, Z

Pires Marques

7

Macroeconomia
DEDUÇÃO DA EQUAÇÃO DE EQUILÍBRIO UNIVERSAL NUM MODELO A QUATRO SECTORES Y=D D= C+I+G+X - Z Yd= C+S Yd= Y-T+Tr EQUAÇÃO DE EQUILÍBRIO EQUAÇÃO DE DEFINIÇÃO EQUAÇÃO DE DEFINIÇÃO EQUAÇÃO DE DEFINIÇÃO

I + G + Tr+X = S + T+Z
I,G,Tr,X,S,T,Z
I + G + Tr + X 0

S+T+Z I+G+Tr+X

Ye

Y

Pires Marques

8

Macroeconomia
MULTIPLICADORES ( NORENDIMENTO) A) MULTIPLICADOR DO INVESTIMENTO AUTÓNOMO MEDE A VARIAÇÃO DO Y QUANDO O INVESTIMENTO AUTÓNOMO VARIA DE UMA UNIDADE MONETÁRIA, MANTENDO CONSTANTES OS IMPOSTOS AUTÓNOMOS, AS TRANFERÊNCIAS AUTÓNOMAS, OS GASTOS PÚBLICOS, A TAXA DE IMPOSTO, AS EXPORTAÇÕES AUTÓNOMAS E AS IMPORTAÇÕES AUTÓNOMAS. MULTIPLICADOR DO INVESTIMENTO AUTÓNOMO:

∂Y 1 ∆Y 1 = ou = ∂ I 1 − c (1 − t ) + m ∆ I 1 − c (1 − t ) + mPires Marques

9

Macroeconomia
É O MULTIPLICADOR DE BASE.: ASSUME VALORES SUPERIORES À UNIDADE, MAS INFERIORES AOS VALORES ASSUMIDOS PELO CORRESPONDENTES MULTIPLICADOR DE UMA ECONOMIA A DOIS E A TRÊS SECTORES

1 1 1 > > 1 − c 1 − c (1 − t ) 1 − c (1 − t ) + m
FACTORES QUE AFECTAM O MULTIPLICADOR DE BASE: 1º PROPENSÃO MARGINAL A CONSUMIR (c) RELAÇÃO DIRECTA 2º TAXA DE IMPOSTO (t) RELAÇÃOINVERSA 3º PROPENSÃO MARGINAL A IMPORTAR (m) RELAÇÃO INVERSA
Pires Marques 10

Macroeconomia
B) MULTIPLICADOR DOS IMPOSTOS AUTÓNOMOS MEDE A VARIAÇÃO DO Y QUANDO OS IMPOSTOS AUTÓNOMOS VARIAM DE UMA UNIDADE MONETÁRIA, MANTENDO CONSTANTES AS TRANFERÊNCIAS AUTÓNOMAS, OS GASTOS PÚBLICOS, A TAXA DE IMPOSTO, O INVESTIMENTO AUTÓNOMO, AS EXPORTAÇÕES AUTÓNOMAS E AS IMPORTAÇÕES AUTÓNOMAS....
tracking img