Mentes perogosas - psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 170 (42466 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Livro: Mentes Perigosas - O Psicopata Mora ao Lado Autora: Ana Beatriz Barbosa Silva Editora: FONTANAR Gênero: Psiquiatria/Psicologia Páginas: 213 Numeração de páginas: rodapé Edição: 1 Acabamento: Brochura Mentes Perigosas - O psicopata mora ao lado Ana Beatriz Barbosa Silva Como reconhecer e se proteger de pessoas frias e perversas, sem sentimento de culpa, que estão perto de nós. FONTANARSUMÁRIO AGRADECIMENTOS 9 INTRODUÇÃO 11 1 RAZÃO E SENSIBILIDADE: UM SENTIDO CHAMADO CONSCIÊNCIA 17 2 OS PSICOPATAS: FRIOS E SEM CONSCIÊNCIA 29 3 PESSOAS NO MÍNIMO SUSPEITAS 43 4 PSICOPATAS: UMA VISÃO MAIS DETALHADA- PARTE 1 61 5 PSICOPATAS: UMA VISÃO MAIS DETALHADA- PARTE 2 77 6 OS PSICOPATAS NO MUNDO PROFISSIONAL 89 7 FOI MANCHETE NOS JORNAIS 101 8 PSICOPATAS PERIGOSOS DEMAIS 123 9 MENORES PERIGOSOSDEMAIS 133 10 DE ONDE VEM ISSO TUDO? 145 11 O QUE PODEMOS FAZER? 163 12 MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA 171 13 ALGUMA COISA ESTÁ FORA DA ORDEM 183 ANEXOS A DSM-IV-TR - (301.7) 191 B CID-10 - (F60.2) 195 DSM-IV-TR - (312.8) 199 SITES ÚTEIS 205 TELEFONES ÚTEIS 207 BIBLIOGRAFIA 209 AGRADECIMENTOS A Celinha, pela cumplicidade, pelo carinho, pela torcida e por ser a pessoa mais "do bem" que eu já conheci. AMónica Cristina dos Santos, pelo material pesquisado e pela ajuda preciosa.

A Roberta Nunes de Oliveira, Rogério Nunes de Oliveira, Alexandre Oliveira Tavares, Anik Rebello A. Machado, Lúcio Campinho, Ana Cristina H. M. Viana e Cecília Gross, pela troca generosa de ideias e incentivos. A Sandrinha, Susi e Miti, pelo carinho e pela parceria profissional. Aos meus pais e minha irmã, pelo amorincondicional. A Vânia e a Gigi, por alegrarem meus dias de trabalho caseiro. A Mirian Pirolo, por compartilhar as dúvidas, as angústias e as alegrias que envolveram a realização deste livro. A todos aqueles que de alguma forma me ajudaram a colocar as idéias no papel. INTRODUÇÃO O escorpião aproximou-se do sapo que estava à beira do rio. Como não sabia nadar, pediu uma carona para chegar à outra margem.Desconfiado, o sapo respondeu: "Ora, escorpião, só se eu fosse tolo demais! Você é traiçoeiro, vai me picar, soltar o seu veneno e eu vou morrer." Mesmo assim o escorpião insistiu, com o argumento lógico de que se picasse o sapo ambos morreriam. Com promessas de que poderia ficar tranquilo, o sapo cedeu, acomodou o escorpião em suas costas e começou a nadar. Ao fim da travessia, o escorpiãocravou o seu ferrão mortal no sapo e saltou ileso em terra firme. Atingido pelo veneno e já começando a afundar, o sapo desesperado quis saber o porquê de tamanha crueldade. E o escorpião respondeu friamente: - Porque essa é a minha natureza! Vez por outra, essa fábula surge em minha mente, seja no cotidiano profissional ou através do acompanhamento das notícias diárias, pelos jornais e TV. Trata-se deuma história arquetípica, que ilustra exemplarmente a natureza das pessoas que serão analisadas e descritas, ao longo deste livro. A idéia de escrever sobre psicopatas surgiu em razão do momento violento, desumano e marcado por escândalos que nos abatem, mas também serve como um alerta aos desprevenidos quanto à ação destruidora desses indivíduos. Devo admitir minha ousadia, mas não pude resistiràs inúmeras solicitações dos meus leitores, pacientes, conhecidos e amigos. Quando pensamos em psicopatia, logo nos vem à mente um sujeito com cara de mau, truculento, de aparência descuidada, pinta de assassino e desvios comportamentais tão óbvios que poderíamos reconhecê-lo sem pestanejar. Isso é um grande equívoco!

Para os desavisados, reconhecê-los não é uma tarefa tão fácil quanto seimagina. Os psicopatas enganam e representam muitíssimo bem! Seus talentos teatrais e seu poder de convencimento são tão impressionantes que chegam a usar as pessoas com a única intenção de atingir seus sórdidos objetivos. Tudo isso sem qualquer aviso prévio, em grande estilo, doa a quem doer. Mas quem são essas criaturas tão nocivas? São pessoas loucas ou perturbadas? O que fazem, o que sentem?...
tracking img